Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 20 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2019
Pmmc Refis 2019
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC SEGURANÇA
Pmmc maternidade
PMMC MIGO

Verba para universidades

19 OUT 2019 - 23h59
A importância das universidades para a formação do cidadão em um curso superior, na atuação da pesquisa científica e, ainda na propagação do conhecimento é, sem dúvida, reconhecida por todos.
Sempre quando ocorre, “contingenciamento” de verbas, ou cortes, há um prejuízo grande para o trabalho de pesquisa e formação, sempre que esses valores não são repostos.
Na semana passada, o Ministério da Educação anunciou o “descontingenciamento” do orçamento das universidades federais, que foi possível a partir de um remanejamento do orçamento do MEC. 
De acordo com o governo, 100% de todo o orçamento para o custeio das universidades federais e institutos estão sendo descontingenciados neste momento, conforme informações publicadas na Agência Brasil.
Segundo o Ministério da Educação, o contingenciamento não chegou a prejudicar nenhuma das ações da pasta. 
"Foi feita uma boa gestão. Administramos a crise na boca do caixa. Vamos terminar o ano com tudo rodando bem", acrescentou o ministro da Educação Abraham Weintraub.
De acordo com o secretário executivo do ministério, Paulo Vogel, estão sendo liberados R$ 1,1 bilhão dos R$ 19,6 bilhões que já estavam previstos para as despesas discricionárias do MEC. Vogel disse que o valor está sendo realocado de outras despesas ministeriais.
Na reportagem publicada pela Agência Brasil, Weintraub disse ainda que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujas provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, ocorre tranquilamente este ano. "As provas já foram impressas. Os alunos que se preparem".
Lá no passado, o Brasil foi um País que deixou “a desejar” em segundo plano a formação acadêmica e isto trouxe muitos prejuízos a todos. 
Embora a universidade não seja a única forma de obter o conhecimento, ela é um grande referencial para o desenvolvimento humano. Em meio a crise que assolou o mundo após 2008, o presidente americano Barack Obama afirmou: “vamos sair da crise, temos as melhores universidades”. Observou-se então a importância da universidade para os EUA não só na formação de jovens, mas na formação de uma economia sólida.
O Brasil precisa seguir com esse trabalho de garantir mais importância do trabalho das universidades.
No País, as universidades públicas respondem pela maior parte da produção científica, ocupando as primeiras 20 posições no ranking de produtividade.
É preciso manter os investimentos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias