Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 27 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/10/2020
PMMC MULTI 2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo Outubro

Andrés Sanchez trata como ‘ridículo’ retorno de Tevez

03 OUT 2015 - 08h00

O superintendente de futebol do Corinthians e deputado federal Andrés Sanchez tratou como "ridículo" o retorno de Carlitos Tevez ao Parque São Jorge em 2016. Segundo o dirigente, ninguém no clube discute a possibilidade de contratar o argentino do Boca Juniors. "Ele chegou no Boca há dois meses. É até ridículo falar disso agora. Nunca foi falado o nome do Tevez. Não tem nenhuma negociação nem previsão", disse Sanchez.

Em entrevista publicada ontem no jornal Diário de S Paulo, o diretor financeiro do clube, Emerson Piovesan, afirmou que a compra de Tevez "é viável". A declaração deixou Andrés Sanchez irritado e o dirigente chegou a dizer que Piovesan deveria limitar-se a cuidar das finanças do clube, sem interferir no departamento de futebol.

"Ele falou isso pensando no lado torcedor. Se perguntarem para mim se eu quero o Tevez, vou dizer que sim, da mesma maneira que toda a torcida do Corinthians quer. Mas cada um tem de ficar na sua praia. O financeiro cuida do financeiro, o diretor de futebol comanda o futebol e o administrativo é responsável pelo administrativo. E assim vamos tocando a vida", afirmou Andrés Sanchez.

Segundo o dirigente, o Corinthians não tem condições de contratar um jogador do patamar de Tevez. O argentino recebe US$ 200 mil por mês no Boca Juniors, o equivalente a R$ 800 mil. "O Corinthians está com problemas financeiros, não podemos pensar em Tevez. É um grande jogador, tem uma história muito bonita no Corinthians, mas não estamos pensando em jogadores do nível dele Infelizmente nesse momento não podemos pensar nisso", completou

TIME O técnico Tite admitiu nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, que está ansioso pela reta final do Campeonato Brasileiro. Com apenas 10 rodadas pela frente e sete pontos de vantagem sobre o vice-líder Atlético Mineiro, o Corinthians se vê cada vez mais próximo de conquistar pela sexta vez em sua história o título nacional. Porém, o treinador enfatizou que o seu foco é apenas na partida deste domingo contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. "Para vocês (jornalistas) é lógico, é natural, é humano projetar algo. Mas aqui no Corinthians você não consegue pensar em outra coisa que não seja o próximo jogo", ressaltou o comandante, para depois reconhecer que é impossível não estar apreensivo neste momento em que vislumbra uma conquista tão importante como essa

"Eu vivo uma expectativa pessoal muito grande, tal qual o torcedor. A cada jogo que passa, gera uma expectativa", enfatizou o comandante corintiano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias