Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/10/2020
PMMC MULTI 2020
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC COVID VERDE
PMMC OUT ROSA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Bauza pede zagueiro, meio-campista e atacante para a diretoria do São Paulo

19 DEZ 2015 - 07h00

Edgardo Bauza foi anunciado, na última quinta-feira, como novo técnico do São Paulo e já começou a pensar na equipe para o ano que vem. Ele mostrou preocupação com a quantidade de gols que o time tricolor sofreu nesta temporada e pediu para a diretoria a contratação de pelo menos três atletas.

"Temos que ter um zagueiro, um meio-campista e um centroavante. É um clube muito estruturado, muito preparado. Tem quatro ou cinco jogadores brasileiros de grande nível. Quando começar a trabalhar, vou fazer um diagnóstico do que possuo", comentou o treinador, em entrevista ao canal Fox Sports, da Argentina.

Bauza disse que vê qualidade na equipe tricolor, mas o setor defensivo é a região que mais lhe preocupa. "A única forma (de ir bem na Copa Libertadores) é com uma boa equipe. O clube terminou em quarto, classificou na última rodada. É uma equipe que tem tomado muitos gols, o que não é meu costume. Temos de melhorar a quantidade de gols tomados", alertou.

O técnico contou que tem um estilo parecido com o de Juan Carlos Osorio, treinador colombiano bastante admirado pelos torcedores do São Paulo. "A equipe estava acostumada a trabalhar com Osorio. Sei como ele trabalha, temos uma metodologia semelhante. Creio que não vou ter problemas, mas tenho que me adaptar rapidamente", explicou.

Ele deve chegar ao Brasil no próximo dia 23, no dia seguinte ao sorteio da Libertadores. Bauza admite que torce para não enfrentar um time argentino. "Tomara que não seja uma equipe argentina. Pode ser o Santa Fé, da Colômbia, que acaba de ser campeão da Sul-Americana. Há outros times importantes também", projetou.

Um dia depois de confirmar a contratação de Edgardo Bauza, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, falou um pouco sobre a opção pelo argentino. As péssimas atuações do setor defensivo do time no segundo semestre, simbolizadas pela histórica goleada de 6 a 1 para o Corinthians, parecem ter sido fundamentais para que o treinador fosse procurado.

"Acho que a forma de ele atuar tem características mais cuidadosas, mais defensivas, com bons jogadores que tenham boa saída, seja pelo lado ou pelo meio. O São Paulo certamente os tem, e isso poderá reverter num quadro de segurança defensiva e boa saída. O que sei da história do Bauza é que ele não é um homem de grandes goleadas, nem de fazê-las e nem de sofrê-las, mas ganhar é o que mais importa", disse em entrevista ao SporTV ontem.

Questionado sobre a presença destes "bons jogadores para saída de bola" no elenco são-paulino, Leco garantiu que os tem, mas admitiu que a opinião de Bauza pode mudar a análise. "O Bauza precisa fazer a avaliação, uma análise, não podemos nos precipitar. É possível que ele queira indicar algum jogador, vamos analisar e avaliar com bons olhos".

Entre as possíveis contratações do São Paulo para 2016, mais uma vez o nome de Lugano ganhou força. Em meio à irregularidade da equipe nesta temporada e às críticas da torcida pelo pouco empenho mostrado pelos jogadores, o uruguaio poderia representar o retorno de um líder adorado justamente pela sua postura em campo. Mas Leco preferiu despistar sobre esta possibilidade.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias