Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 01 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/10/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO

Com 3 de Cristiano Ronaldo, Real Madrid goleia em estreia na Liga

16 SET 2015 - 08h00

Um dos artilheiros da última Liga dos Campeões da Europa, Cristiano Ronaldo estreou na nova edição do principal campeonato europeu mostrando que pretende repetir o feito da temporada passada. Ontem, o atacante português marcou três dos quatro gols do Real Madrid na goleada de 4 a 0 sobre o Shakhtar Donetsk, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

Com o triunfo, o time espanhol despontou na liderança do Grupo A, tendo o Paris Saint-Germain como segundo colocado. O time de David Luiz e Thiago Silva ganhou do Malmoe, da Suécia, por 2 a 0, em casa, na outra partida da chave. PSG e Real Madrid somaram seus primeiros três pontos cada, com vantagem para os espanhóis, por causa do saldo de gols.

O placar do duelo em Madrid não foi condizente com o desempenho das duas equipes. Real Madrid e Shakhtar Donetsk fizeram uma partida equilibrada no primeiro tempo, apesar da pressão que os donos da casa tentavam impor. A etapa terminou com vantagem dos anfitriões por conta de uma falha feia do goleiro Pyatov. Aos 30 minutos, ele se atrapalhou ao fazer fácil defesa mas soltou a bola nos pés de Benzema, que não perdoou.

No início da segunda etapa, o jogo ficou mais tranquilo para o Real Madrid quando Stepanenko fez falta dura em Sérgio Ramos e foi expulso de campo, aos 5 minutos. Para ficar em situação ainda mais fácil, o time da casa contou com uma ajuda da arbitragem cinco minutos depois.

Em lance perigoso dentro da área, Cristiano Ronaldo girou bonito e bateu forte. A bola acertou claramente as costas do marcador. Mesmo assim, o árbitro assinalou toque de mão e anotou o pênalti O próprio atacante foi para a cobrança e anotou o segundo dos anfitriões.

Mais concentrado do que no primeiro tempo, o português assustava a defesa ucraniana a cada participação no ataque. Aos 15, arriscou em cobrança de falta e mandou rente ao travessão.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias