Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 25 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Copa do Brasil começa com clubes em busca de R$ 10 mi e vaga na Libertadores

15 MAR 2016 - 08h00

Se há alguns anos a Copa do Brasil era conhecida pela maioria dos torcedores como o "caminho mais curto para a Libertadores", hoje a realidade é bem diferente. O torneio, criado em 1989 e que começa amanhã, encorpou e se tornou a competição mais democrática do País, medindo forças com o Campeonato Brasileiro na popularidade - o sistema em mata-mata garante emoção e atrai boa parte de quem gosta de futebol.

A 28ª edição da Copa do Brasil repete a fórmula do ano passado. Na briga pelo título, 86 equipes estarão na disputa, colocando no mapa da bola nacional nada menos do que 63 cidades de norte a sul do País.

A cereja desse bolo fica por conta da premiação ao campeão, que será recorde. A CBF ainda discute com os novos patrocinadores qual será a fatia dada para cada etapa do torneio. O prêmio para quem erguer a taça no fim do ano pode ultrapassar os R$ 10 milhões. Fora a vaga garantida na Copa Libertadores.

Ano passado, o Palmeiras embolsou R$ 7,95 milhões ao conquistar o troféu pela terceira vez. Outros R$ 5,95 milhões ficaram com a equipe vice-campeã. A meta é equilibrar a premiação com a do Brasileirão, que em 2015 deu R$ 10 milhões ao campeão Corinthians.

Se em outras edições os times optavam entre disputar com força total a Copa do Brasil ou Brasileirão, agora devem dar o mesmo valor às duas competições.

Uma outra novidade é a possibilidade de clássicos regionais desde a largada oficial.

Na rodada inicial, apenas equipes do Acre e do Pará se encaram. Mas, já na segunda fase, os cruzamentos podem levar a clássicos regionais, como Santa Cruz x Náutico, no Recife, Paraná x Atlético-PR, em Curitiba ou ABC x América-RN, em Natal.

Desde a mudança da fórmula, em 2013, com a entrada dos times da Libertadores em fase mais avançada, a taça vem se alternando entre equipes que disputaram os mata-matas desde o começo, como Flamengo em 2013 e Palmeiras na temporada passada. Em 2014, o Atlético-MG veio da Copa Libertadores e conquistou o seu primeiro título da competição.

Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Atlético-MG, Grêmio e Internacional já começam nas oitavas de final - o Inter graças à melhor colocação no Brasileirão e os outros por estarem na Libertadores. Mas para Santos, Cruzeiro e Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, o caminho terá que ser percorrido desde o início da competição.

No formato eliminatório, a Copa do Brasil dificulta a possibilidade de apontar um ou mais favoritos. Os times grandes sempre chegam fortes e de olho na taça, no prêmio e na vaga na Libertadores.

Mas é sempre bom lembrar que muitas equipes, mesmo sem pertencer à elite, costumam aparecer nas rodadas decisivas e até mesmo ganhar o título, como já foi o caso de Criciúma, Juventude, Paulista de Jundiaí e Santo André. Este é um dos atrativos da competição.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias