Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 19 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR
PMMC COVID SAÚDE

Corinthians pega o Coritiba e segura a ansiedade para ser campeão brasileiro

07 NOV 2015 - 07h00

Após 16 rodadas ininterruptas na liderança do Campeonato Brasileiro, o Corinthians entra em campo hoje, às 19h30, contra o Coritiba, no estádio Itaquerão, em São Paulo, para confirmar o seu favoritismo e ser campeão. Mas ganhar não basta. Além da vitória, para os corintianos comemorarem o sexto título nacional ainda será necessário esperar até este domingo e torcer para que o Atlético Mineiro não derrote o Figueirense, em Florianópolis.

O Corinthians pode, assim, se tornar o primeiro campeão brasileiro da história sem estar em campo. Apesar de Vagner Love ter dito no início da semana que alguns jogadores estavam planejando dar volta olímpica mesmo sem que o título estivesse garantido, o técnico Tite disse que não acredita que isso irá ocorrer em caso de vitória.

No entanto, ele afirmou que não vetará a comemoração no estádio. "Não proíbo ninguém, não tenho esse direito, mas sei o grupo que temos", disse o treinador. "Prefiro ser taxado de politicamente correto do que desrespeitoso com o adversário".

O desafio do treinador nos últimos dias tem sido controlar a ansiedade dos jogadores. A tarefa é árdua. Com o título brasileiro tão próximo, o próprio Tite tem encontrado dificuldades para cuidar da sua parte emocional. Nesta sexta-feira, o treinador não segurou a emoção e chorou ao relembrar o pai Genor, morto em 2009, às vésperas do filho conquistar a Copa Suruga, no Japão, com o Internacional.

Durante entrevista coletiva no CT do Parque Ecológico, o treinador foi perguntado sobre quem seria a primeira pessoa de quem gostaria de receber os parabéns após o Corinthians conquistar o Brasileirão. Tite, então, ficou em silêncio alguns segundos e, com os olhos cheios de lágrimas, falou do pai. "Ele viu o filho comer uma massa do caramba, sendo despedido de tudo que é lado. Queria que ele saboreasse o outro lado", disse.

Assim como os jogadores, a torcida também planeja fazer festa no Itaquerão. Os ingressos para a partida deste sábado estão esgotados há mais de duas semanas. A expectativa, inclusive, é de novo recorde de público na arena. Tite, no entanto, mantém o discurso cauteloso. "Já gritamos (é campeão) no outro jogo (contra o Atlético Mineiro). A emoção, o carinho e a paixão do torcedor são compreensíveis".

Se o Corinthians não for campeão neste domingo, a próximo chance de conquistar o título será apenas no próximo dia 19, quando a equipe enfrenta o Vasco, no Rio, pela 35.ª rodada.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias