Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 09 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 07/12/2019
Esporte

De volta ao NBB, Mogi Basquete enfrenta Brasília nesta segunda-feira no Hugão

Time mogiano retorna à competição após dois jogos fora de casa pela Champions League

Por de Mogi02 DEZ 2019 - 17h00
De volta ao NBB, Mogi Basquete enfrenta Brasília nesta segunda-feira no HugãoFoto: Antonio Penedo/MogiBasquete

O Mogi das Cruzes Basquete tem dois compromissos no Ginásio Hugo Ramos pelo NBB Caixa (Novo Basquete Brasil) nesta semana: Brasília, na segunda-feira (2), às 20 horas, e Minas, na quinta (4), no mesmo horário. O time mogiano retorna à competição após dois jogos fora de casa pela Champions League, com uma vitória sobre o Biguá, do Uruguai, e uma derrota para o San Lorenzo, da Argentina.

Com seis vitórias em nove jogos e 66.7% de aproveitamento, o Mogi das Cruzes Basquete está em quinto na classificação. A equipe vem de derrota na última rodada pelo Brasileiro para o Rio Claro por 83 a 81, em uma disputa acirrada até os últimos segundos. Já o time brasiliense chega para o confronto com quatro revés seguidos e ocupa a 11º colocação na competição. A última derrota foi para o líder Franca (81 a 72).

“Brasília é uma equipe que foi montada de última hora, mas já tem uma base da temporada passada, só perdendo os estrangeiros. Os que ficaram são muito competitivos, o Arthur e o Nezinho, que jogam juntos há muito tempo e direcionam esse espírito competitivo. Eles vêm fazendo um ótimo NBB pela limitação da montagem do elenco de última hora, com um início bom e algumas partidas surpreendentes. A história deles é parecida com a da nossa equipe na temporada. Vamos ter de jogar muito bem, trazer um pouco dessa experiência internacional, com o jogo mais físico e intenso, para sair com uma vitória neste jogo, que é importante para a classificação”, adverte o técnico Guerrinha.

O treinador ressalta a dificuldade que o grupo terá nestes dois jogos com os desfalques e espera que a equipe consiga se superar até a última partida do turno para voltar com força máxima na segunda metade da competição. “Essas duas próximas partidas são em um momento muito difícil. Com a saída do Alexey, a gente ficou mais reduzido, mas ganhamos o Fabricio, que voltou muito bem depois de um ano parado e está contribuindo muito na defesa e no ataque, e o Alex, que chegou um pouco antes. Esperamos virar o primeiro turno na melhor classificação possível, porque do segundo turno para frente define várias coisas para o playoff. E aguardamos a volta do Alexey, como mais uma opção de revezamento com características diferentes. Ele e o Fúlvio podendo fazer duas funções, jogando juntos. Então, se a gente conseguir ter uma classificação muito boa até o último jogo contra o São José, dia 28, no segundo turno tentaremos recuperar algumas derrotas, como essa para Rio Claro.”

O time fará um treino técnico/tático para a partida de segunda na tarde deste domingo no Hugão. O Mogi das Cruzes Basquete não contará com o pivô João Pedro, que passou por uma cirurgia no tendão do bíceps do braço esquerdo e deve voltar em abril, e  com o armador Alexey Borges, que se recupera de uma artroscopia no menisco do joelho esquerdo e tem retorno previsto para fevereiro. O armador Fúlvio Chiantia, que sofreu um leve entorse no pé esquerdo no jogo contra o San Lorenzo, na quinta, está fazendo fisioterapia e será reavaliado na segunda-feira para saber se terá condições de jogar.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias