Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 01 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/10/2020
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Elenco quer manter o foco para evitar erros de playoffs passados

12 MAI 2016 - 08h00

O Mogi das Cruzes/Helbor retomou os treinos no final da tarde de ontem, tendo em vista o duro confronto contra o Flamengo no sábado, às 14h10, no Ginásio Hugo Ramos. Durante a semana, o grupo quer conter a euforia ainda da última vitória e se preparar o máximo possível, até para evitar erros cometidos em decisões passadas.

"A gente tem experiências, tanto contra Bauru que a gente estava ganhando de 2 a 1 a série, poderíamos ter fechado em casa, eles empataram e perdemos lá, e depois contra São José, que a gente podia ter decidido o título em casa e não conseguiu. Essa semana tem que ser a mais normal possível. A gente tem que pensar que é um jogo novo e a gente não trouxe nada de lá, só uma motivação a mais por poder decidir em casa. A gente sabe que a torcida é o sexto jogador e tem uma energia muito positiva, mas quem resolve são os cinco jogadores dentro da quadra. Vai ter que marcar muito, se doar demais, ter muita raça, vibração e jogar os 40 minutos errando o mínimo possível para sair daqui com uma vitória", salienta o técnico Danilo Padovani.

O armador Vithinho Lersch também lembra da experiência da última temporada contra o Bauru e por isso pede muita concentração. "Vamos nos preparar para sábado para conseguir uma classificação inédita. A gente não ganhou nada ainda. Tem este jogo aqui e temos uma baita chance para matar a série. Nós já passamos por isso o ano passado contra o Bauru, então temos que tirar isso de exemplo. Vamos vir muito concentrados para tentar fechar a série aqui."

Para o pivô Lucas Mariano, o momento é de conter os ânimos e focar na partida: "A gente tem sempre que sonhar, sonhar com a final, com o título, mas manter os pés no chão. O Padovani sempre fala para a gente depois de uma vitória importante que é um passo de cada vez. Não pode deixar a alegria e a emoção tomar conta. Temos que estar focados e concentrados porque a série ainda está 2 a 1, mas temos que estar preparados para qualquer tipo de situação no sábado".

O único atleta que não participou dos treinamentos foi o armador Larry Taylor, poupado pela comissão técnica por causa de uma contratura muscular na panturrilha direita. Larry está em tratamento e segue medicado, mas até o jogo estará totalmente recuperado.

Apoio

O prefeito Marco Bertaiolli esteve presente no treino para parabenizar os atletas pela vitória de segunda-feira no Tijuca Tênis Clube e incentivar os jogadores para o jogo deste sábado. Ressaltou ainda a importância que o time e o esporte têm hoje na cidade e o quanto os mogianos abraçaram o basquete. Tanto é verdade que os ingressos se esgotaram em apenas 1h30 de bilheteria.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias