Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 27 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/10/2020
SOUZA ARAUJO
PMMC COVID VERDE
PMMC OUT ROSA
Pmmc Sarampo Outubro
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Em jogo eletrizante em Curitiba, Atlético-PR e Palmeiras empatam

19 NOV 2015 - 07h00

Após um primeiro tempo muito ruim e uma etapa final cheia de altos e baixos, o Palmeiras conseguiu empatar em 3 a 3 com o Atlético Paranaense, ontem, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, com um gol no último minuto, mas saiu do gramado revoltado com a atuação do árbitro paraense Dewson Fernando Freitas da Silva, que expulsou dois palmeirenses. O resultado buscado no final do jogo não pode encobrir as sucessivas falhas de marcação da equipe.

Os dois times ficam no meio da tabela de classificação. O Palmeiras em 10.º lugar, com 49 pontos, e o Atlético em 12.º com 47. No primeiro tempo, uma grande decepção para o torcedor do Palmeiras, que viu um time descompromissado e sem a menor vontade de buscar o G4 no Brasileirão. Na segunda parte, o time teve brio de virar o placar, mas novamente falhou individualmente e frustrou os seus torcedores, que esperavam ver uma equipe, pelo menos, mais focada em campo. O Atlético, um dos poucos times que não aspiram mais grandes coisas no Brasileirão, já no primeiro minuto escancarou as falhas defensivas do Palmeiras. Sidcley avançou pela esquerda e cruzou para dentro da área, onde Marcos Guilherme entrou sozinho - apenas Zé Roberto estava dentro da área - e bateu no contrapé de Fernando Prass. Na etapa final, o técnico Marcelo Oliveira colocou Gabriel Jesus no lugar de Rafael Marques. Gabriel Jesus entrou ligado e parece ter acordado os companheiros. Tanto que em 15 minutos o time chegou com reais chances de marcar pelo menos quatro vezes. Em uma delas, o gol. Gabriel Jesus ganhou disputa de Eduardo, entrou na área e tocou para Robinho bater na saída do goleiro e empatar o jogo. Aos 28 minutos, Zé Roberto cobrou escanteio e Jackson mandou de cabeça para as redes, virando o placar. Aos 39 minutos, Ewandro, que havia acabado de entrar, recebeu na frente da área e sem marcação chutou. Fernando Prass falhou e o Atlético empatou. A pane continuou e a virada aconteceu graças a mais uma desatenção dos palmeirenses. Após falta no meio de campo, o time paranaense bateu rápido e Ewandro ficou livre para bater na saída de Prass e virar o placar.

Os palmeirenses ficaram preocupados em brigar com o árbitro e Jackson e Robinho foram expulsos. Aos 49 minutos, Alecsandro ainda empatou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias