Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
PMMC COVID LAR
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Em jogo equilibrado, Mogi perde jogo no minuto final para Paulistano

18 MAR 2016 - 08h00

O Mogi/Helbor e Paulistano protagonizaram mais um jogo equilibrado ontem pelo Novo Basquete Brasil (NBB), mas o time da Capital levou a melhor: 80 a 83. Apesar de um primeiro quarto ruim, os mogianos equilibraram a partida e o resultado foi decidido nos detalhes. Com a derrota, os mogianos perderam a invencibilidade no Ginásio Professor Hugo Ramos e saíram do G4, com 66,7% de aproveitamento. Agora dependem dos próximos jogos e de combinações para conseguir alcançar a classificação no grupo novamente.

O ala Shamell foi o cestinha do jogo, com 22 pontos. Os maiores pontuadores do time na sequência foram os pivôs Lucas Mariano (13) e Paulão Prestes (10) e o ala Jimmy (10). O armador Larry Taylor foi responsável por 10 assistências no jogo.

"Nós não começamos bem a partida, tomamos 30 pontos. Depois a gente correu atrás, conseguiu equilibrar a partida e levar assim até o fim. Cometemos muitas faltas no final do jogo, colocando-os nos lances livres. O jogo foi feito nos detalhes, nas decisões nossas no ataque, em uma leitura não muito boa. O Paulistano é uma boa equipe, tanto que está em terceiro lugar e não é à toa. Agora a gente tem que pensar já no próximo jogo", lamenta o técnico Danilo Padovani.

Para o armador Vithinho Lersch, as bolas de três no primeiro quarto foram fatais para a equipe mogiana. "A gente demorou para encaixar no primeiro quarto e tomou bastante bola de três. Erramos na rotação, mas conseguimos ajustar. Mas no final ficou aquele jogo de toma lá, dá cá. Mas basquete é decidido nos detalhes e infelizmente eles saíram com a vitória.

Os próximos compromissos mogianos pelo NBB serão na quarta-feira, às 20 horas, contra o Macaé e no feriado de Sexta-Feira Santa, às 11 horas, contra o Flamengo. Ambos acontecerão no Ginásio Hugo Ramos. Depois, o grupo viaja para jogar contra a Liga Sorocabana (dia 27 - Páscoa) e o São José (dia 29).

O jogo

O Paulistano começou melhor a partida e com as mãos calibradas de fora do garrafão. Ao final do período, eles acertaram 70% de trás da linha dos três, vencendo o período por 16 a 30.

O Mogi/Helbor tirou uma diferença de 16 pontos no placar durante o segundo quarto e encostou no jogo, indo para o intervalo com apenas dois pontos atrás: 40 a 42 (parcial de 24 a 12).

Os mogianos viraram o jogo no terceiro quarto, mas o Paulistano equilibrou a partida e terminou o período ainda com vantagem: 59 a 61, com parcial de 19 a 19.

O último quarto foi tenso em quadra e completamente equilibrado. Apesar disso, o time de Gustavinho Conti dominou melhor o placar e finalizou o parcial em 21 a 22.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias