Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
domingo 09 de maio de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 08/05/2021
CHECK UP - PÓS COVID
 SP EDUCAÇÃO - SAC_210326-001 - CORONAVIRUS - VACINACAO PROFISSIONAIS

Infantino é eleito novo presidente da Fifa

27 FEV 2016 - 08h00

Em 1974, João Havelange ofereceu uniformes e patrocínios para as seleções africanas e asiáticas e venceu as eleições para a Fifa. Em 1998, Joseph Blatter ofereceu dinheiro para as pequenas associações pelo mundo e tornou-se presidente. Ontem, o suíço Gianni Infantino ofereceu aos dirigentes US$ 1,5 bilhão para financiar o desenvolvimento do futebol e novas vagas na Copa do Mundo e chegou ao cargo máximo do futebol.

Depois de 42 anos, o futebol europeu, comandado pela Uefa, volta a controlar a Fifa, mergulhada em seu momento mais crítico. Esse controle não ocorria desde 1974, quando Stanley Rous foi surpreendido por Havelange e perdeu o poder. Blatter, apesar de suíço, era odiado pelos europeus. A nova presidência vem no momento em que se aprovam novas regras que pretendem refundar a Fifa.

Nesta sexta, Infantino, de 45 anos, saiu na frente na primeira rodada de votação com 88 votos, contra 85 do xeque do Bahrein, Salman Al Khalifa. Mas, conseguiu atrair no segundo turno os votos que haviam ido inicialmente para Ali Bin Hussein. Terminou com 115 e se tornou o nono e mais novo presidente da entidade. Infantino já mandou um recado estratégico de que a ‘era Blatter’ acabou. "Estamos virando a página", disse.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias