Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo

Líder Corinthians joga em Curitiba e quer manter distância na ponta

18 OUT 2015 - 07h00
Mais um capítulo da polarizada disputa entre Corinthians e Atlético Mineiro pelo título do Campeonato Brasileiro será travado hoje. Restando oito rodadas para o fim da competição, cinco pontos distanciam as duas equipes. O líder Corinthians (64 pontos) tenta confirmar o seu favoritismo diante do Atlético Paranaense, às 16 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba. A boa fase da equipe contrasta com o péssimo momento do adversário, que chegou até a liderar a tabela de classificação nas primeiras rodadas, não vence há oito rodadas e se aproximou da zona de rebaixamento.

A grande novidade do time do técnico Tite será a volta do Elias. O volante foi poupado do jogo contra o Goiás, na quinta-feira, porque dois dias antes havia defendido a seleção brasileira contra a Venezuela, em Fortaleza. Agora 100% fisicamente, Elias é peça-chave na engrenagem da equipe. Além de ser importante na marcação ao lado de Ralf, costuma aparecer bem no ataque (já marcou cinco gols no campeonato). Na defesa, o zagueiro Felipe volta no lugar de Edu Dracena após cumprir suspensão.

O Atlético Mineiro encerra a rodada às 18h30 diante do Sport, na Ilha do Retiro, no Recife. O time entrará em campo já sabendo o resultado do jogo do Corinthians no Paraná. Em caso de vitória do líder em Curitiba, cresce a pressão sobre os jogadores. Mas se o rival tropeçar, a motivação será ainda maior porque a diferença para a ponta da tabela de classificação poderá cair para apenas dois pontos, restando ainda um confronto direto entre as duas equipes em Belo Horizonte, no dia 1º de novembro.

O Corinthians evita fazer contas para o título. Tite justifica que daqui para frente os seus cálculos são jogo a jogo. "No começo do campeonato eu fazia projeções em cima de índice de aproveitamento. Agora não dá mais para fazer isso. Temos de pensar a cada rodada", disse o treinador após a vitória por 3 a 0 sobre Goiás, no Itaquerão.

Pelas contas que Tite fazia até o início do segundo turno, 75 pontos seriam suficientes para o time ser campeão. Se o time chegasse aos 81 pontos, a taça já estaria garantida. Como o Atlético Mineiro mantém-se firme na perseguição ao líder, o treinador preferiu abandonar a calculadora. A meta é manter o ótimo desempenho em casa vencer todos os jogos no Itaquerão - ainda restam quatro jogos como mandante - e beliscar pontos fora. O meia Renato Augusto, por exemplo, prevê que o ideal seriam mais duas vitórias como visitante.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias