Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 20 de junho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/06/2019
PMMC AGASALHO
PMMC UPA JUNDIAPEBA
PMMC JUNHO VERDE

Mogi Basquete é superado pelo San Martín em despedida da Liga das Américas

San Lorenzo dominou quase todos os quartos, com exceção do último, vencido pelos mogianos por 20 a 13

Por da Argentina04 FEV 2019 - 09h19
Apesar da vitória, os argentinos também estão fora da competiçãoFoto: Fiba/Divulgação

O Mogi Basquete perdeu para o San Martín (ARG) por 80 a 70 na última partida pelo Grupo C da Liga das Américas 2019, no Chile. Agora a equipe volta e foca na sequência do NBB Caixa (Novo Basquete Brasil). Apesar da vitória, os argentinos também estão fora da competição. Avançam para a próxima fase o San Lorenzo (ARG) e o Las Ánimas, time da casa.

O San Lorenzo dominou quase todos os quartos, com exceção do último, vencido pelos mogianos por 20 a 13. Nos demais, os argentinos venceram: 23 a 18 (1º), 21 a 12 (2º) e 23 a 20 (3º). O Mogi das Cruzes/Helbor chegou a estar perdendo por 19 pontos, mas diminui a diferença no final.

O técnico Guerrinha poupou o ala Shamell Stallworth e deu mais volume de jogo para jogadores do banco, como o pivô João Pedro, que fechou a partida com um duplo-duplo de 10 pontos e 12 rebotes em pouco mais de 32 minutos em quadra, e o ala Guilherme Lessa, com 12 pontos e cinco assistências. Também tiveram boas pontuações o armador Arthur Pecos, com 13, o ala-pivô Luís Gruber, com 12, e o ala Gui Deodato, com 10. O jovem armador Lucas Lacerda contribuiu com seis pontos em sete minutos em quadra. O pivô JP Batista esteve em quadra por quase 13 minutos e anotou seis pontos.

“Fizemos um jogo pensando para frente e preparando outros jogadores, dando mais espaço e funções sem Shamell em quadra e descansando o JP da série que vínhamos jogando e das viagens nos últimos 30 dias. O resultado não mudaria nada nosso objetivo na competição. O Lessa e o Jay (João Pedro) aproveitaram muito bem o espaço dado a eles. Agora é mudar a chave para a reta final da classificação do NBB. Precisamos urgentemente perder menos bolas no jogo. Na Liga das Américas foram 22 bolas de média”, ressalta o técnico Guerrinha.

O Mogi Basquete volta à quadra pelo NBB no dia 13, às 20h, deste mês contra o Vasco, no Ginásio Hugo Ramos. Depois, ainda no Hugão, recebe o Paulistano, no dia 15, às 21h10.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias