Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Mogi fica com o vice-campeonato Paulista após perder para o São José

25 OUT 2015 - 07h01

Foi um jogo intenso e equilibrado, como toda final deve ser. Mesmo com o Ginásio Professor Hugo Ramos lotado - com cerca de 5 mil torcedores - e o incentivo da torcida durante toda a partida, o Mogi/Helbor perdeu ontem para o São José, por 89 a 86, e conquistou o segundo lugar no Campeonato Paulista. O jogo foi equilibrado e contou com bons momento do time da casa, porém os erros e as mãos calibradas dos adversários fizeram com que o time do Vale do Paraíba abrisse vantagem por diversas vezes no placar e conquistasse o time de campeão Paulista. Os cestinhas da partida foram o ala do Mogi, Shamell e o armador do São José, Jamaaal, ambos com 23 pontos.Do lado moginao, destaque também para o armador Larry Taylor, com sete rebotes e Tyrone, com três assistências. Esta foi a quarta final paulista que o Mogi disputou em sua história. Na primeira em 1996, o time conquistou o título de campeão em cima do Franca. Em 1998 e 2003, a equipe mogiana também ficou em segundo lugar disputando partidas contra Mackenzie e Ribeirão Preto, respectivamente.

Após a partida, o técnico Paco García parabenizou o adversário. "Primeira coisa, quero parabenizar o São José pelo trabalho que eles fizeram. Eu acho que ganhou a melhor equipe porque eles souberam aproveitar as bolas mais importantes". Ele afirmou também que ao longo dos últimos três anos, Mogi tem mostrado que tem uma equipe sólida e em crescimento. "Para ganhar um título, todas as peças tem que estar alinhadas. Ficamos perto de uma final no último NBB e hoje, perto de ganhar".

O JOGO

A partida começou quente e equilibrada. Com erros dois dois lados, os dois times ficaram se alternando no placar. O Mogi teve um início melhor de partida, mas o São José passou à frente do placar. Mas com uma cesta de dois pontos de Lucas Mariano e uma de Shamell, o time mogiano abriu três pontos de vantagem (15 a 12). Erros do Mogi no ataque e o bom desempenho no São José fez o adversário encostar (19 a 18).

O segundo quarto começou com dois erros de lances livres e São José. Os times ficaram quase dois minutos sem pontuar, mas uma cesta de três do ala Jimmy colocou Mogi quatro pontos à frente do placar (22 a 18). O clima esquentou após o time de São Jose levar uma falta técnica. Os dois times passaram a jogar com mais pegada e o placar voltou a ficar equilibrado (29 29). O time da casa fechou o período com vantagem (40 a 38). Destaque para Filipiin, com nove pontos, e Larry, com cinco rebotes.

O terceiro quarto começou intenso, com cestas de três para os dois lados. Falhas do Mogi fizeram o adversário abrir seis pontos (49 a 43). Uma cesta de três do armador Larry Taylor empatou a partida. Provocações do armador Jamaal fizeram com que Mogi levasse uma falta antidesportiva. Mogi começou o último período errando e para incentivar o time, a torcida começou a cantar o já tradicional "eu acredito". Faltando 22 segundos para o final, o São José faz uma cesta de dois e ficou à frente do placar em um ponto (85 a 84).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias