Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Palmeiras campeão paulista

Palmeiras bate Corinthians nos pênaltis e encerra jejum de 12 anos no Paulista

Após empate por 1 a 1 no tempo normal, Wevertou brilha, pega dois pênaltis e Palmeiras levanta caneco

Por Daniel Marques - de São Paulo08 AGO 2020 - 19h00
Palmeiras venceu Corinthians na tarde deste sábado (8) e garantiu título paulistaFoto: Divulgação/SE Palmeiras

O Palmeiras venceu o Corinthians nos pênaltis, após empate por 1 a 1, no Allianz Parque, na tarde deste sábado (8), e se sagrou campeão paulista de 2020. O goleiro Weverton defendeu duas penalidades na disputa. 

O jogo foi dramático. Luiz Adriano marcou aos 3 do segundo tempo, abrindo o placar para a equipe da casa. Mas no último lance do jogo, Jô foi derrubado por Gustavo Gómez dentro da área, e o árbitro Luiz Flávio de Oliveira, em cima da jogada, marcou pênalti. O próprio Jô foi para a bola e converteu, levando a partida para as penalidades máximas.

Na dramática disputa final, Michel e Cantillo pararam em Weverton, enquanto Bruno Henrique parou em Cássio. No último pênalti, o garoto Patrick de Paula bateu no ângulo, dando a vitória ao Palmeiras.

Com o resultado, a equipe alviverde conquista um título estadual - feito que não alcançava desde 2008, quando foi campeão diante da Ponte Preta. Depois disso, o Palmeiras disputou duas finais em 2015 e 2018, sendo derrotado por Santos e Corinthians, respectivamente.

O jogo

Não faltou emoção na grande final do Paulistão 2020. O Palmeiras foi superior ao Corinthians no primeiro tempo, e a grande chance foi da equipe alviverde, com Willian, aos seis minutos, que parou na boa defesa de Cássio.

Enquanto o Palmeiras apostou na velocidade, o Corinthians teve um jogo de paciência e chegou ao ataque em alguns momentos, mas sem levar tanto perigo ao gol de Weverton. 

O Palmeiras voltou do intervalo em cima do Corinthians, e aos três minutos, após cruzamento de Matías Vina, Luiz Adriano testou no canto de Cássio, abrindo o marcador para o Palmeiras.

A equipe alviverde foi superior nos minutos seguintes, mas o Corinthians equilibrou o jogo em busca do empate, dando espaços para o Palmeiras jogar em velocidade. No último lance, Gustavo Gómez derrubou Jô na área, e o árbitro deu pênalti. 

O próprio centroavante corinthiano foi para a bola e marcou o gol, forçando a disputa por pênaltis. Do outro lado, Gómez chorava e era consolado pelos companheiros.

Michel perdeu o primeiro pênalti. Em seguida, Bruno Henrique parou em Cássio. Danilo Avelar, para o Corinthians, e Raphael Veiga, para o Palmeiras, converteram em seguida. Depois foi a vez de Cantillo, que teve o pênalti defendido por Weverton. Depois, Lucas Lima chutou por baixo de Cássio. 

Em desvantagem, Jô bateu bem. A responsabilidade por encerrar a disputa foi de Patrick de Paula, do Palmeiras. Com categoria, o meio-campista bateu no ângulo. Festa alviverde no Allianz.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira (12), às 21h30, quando estréia pelo Campeonato Brasileiro contra o Fluminense, no Rio. Já o Corinthians joga no mesmo dia, às 19h15, contra o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias