Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 29 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/10/2020
PMMC MULTI 2020
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC COVID VERDE
PMMC OUT ROSA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Palmeiras tenta frear o Corinthians em clássico que promete emoção

06 SET 2015 - 08h00

Quem será capaz de parar o líder Corinthians? O Palmeiras é o candidato da vez, até porque uma vitória hoje, às 16 horas, no Estádio Allianz Parque, em São Paulo, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, é fundamental para que a equipe ainda mantenha alguma esperança de título.

O Corinthians é o time a ser batido neste Brasileirão. A equipe não perde há 14 rodadas, deixou os principais adversários para trás e disparou na liderança. A última derrota no Nacional foi há mais de dois meses, no dia 20 de junho, quando perdeu por 1 a 0 do Santos, na Vila Belmiro.

Os clássicos, inclusive, têm sido o calcanhar de Aquiles do time do técnico Tite na temporada. A equipe não vence seus rivais no Estado há oito partidas, desde março, quando bateu o São Paulo, no Estádio do Morumbi, ainda pela fase de classificação do Campeonato Paulista.

Já o Palmeiras tem se dado bem nos últimos clássicos, principalmente contra o Corinthians. Em abril, nos pênaltis, eliminou o arquirrival nas semifinais do Estadual em pleno estádio Itaquerão. No mês seguinte, de novo na casa do adversário, venceu por 2 a 0, já pelo Brasileirão.

É neste retrospecto e na força da sua torcida que o Palmeiras confia para acabar com a série invicta do adversário e continuar sonhando a possibilidade de ser campeão. Hoje, o Corinthians está 15 pontos à frente (49 a 34). Se a diferença subir para 18, ficaria praticamente impossível de ser descontada em 15 rodadas.

Há outro fator que contribui para motivar os palmeirenses hoje. O time busca a primeira vitória sobre o maior rival na sua nova arena. No único confronto entre os dois no Allianz Parque até agora, o Corinthians venceu por 1 a 0, no Paulistão.

O técnico Marcelo Oliveira afirma que o clássico pode dar "um novo rumo" para o Palmeiras no campeonato depois de oscilar várias rodadas entre vitórias e derrotas. "Pode ser um divisor e dar um novo rumo para nossa equipe, desde que tenhamos uma produção melhor. Vamos enfrentar o time mais regular do campeonato", afirmou.

O desempenho como mandante é o principal motivador. O Palmeiras tem apenas uma derrota em sete jogos sob o comando de Marcelo Oliveira. Grande parte desta força vem do público. O clube tem a melhor média de público da competição e terá novamente casa cheia: até a última sexta-feira, 31 mil ingressos haviam sido vendidos.

O treinador deu apenas algumas pistas sobre a escalação. Fez muitos elogios a Gabriel Jesus, o único previamente escalado. Marcelo Oliveira não confirmou o lateral-esquerdo Egídio, que está em má fase e foi substituído nos últimos jogos. Zé Roberto pode entrar na posição. "Estamos buscando a melhor formação de defesa, os zagueiros que podem casar melhor e as laterais também Não posso garantir que ele (Egídio) vá jogar", disse o treinador. No meio, permanece a dúvida sobre a escalação de Arouca, fora dos últimos quatro jogos por causa de uma lesão muscular, ou Thiago Santos, volante que foi relativamente bem contra o Goiás.

Do lado do Corinthians, Tite terá a volta de Renato Augusto, que não enfrentou o Fluminense por causa de uma virose. Na defesa, o zagueiro Felipe retorna de suspensão no lugar de Edu Dracena. Com um edema no músculo posterior da coxa esquerda, o lateral-esquerdo Uendel continua fora. Assim, o garoto Guilherme Arana está mantido na equipe.

Mesmo com tantas mudanças, Tite tem conseguido manter o bom padrão de jogo da equipe.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias