Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 25 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
Futebol amador

Pandemia paralisa atividades de 3 mil atletas amadores em Suzano

Quatro principais divisões da cidade, árbitros e outras categorias pararam

Por Daniel Marques - de Suzano08 SET 2020 - 22h30
Cerca de três mil atletas, de 97 times, estão paradosFoto: Regiane Bento/Divulgação
Cerca de três mil atletas, de 97 times que disputam as quatro divisões do futebol amador de Suzano, estão parados por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Além deles, outras 50 pessoas – entre árbitros, auxiliares e mesários – também estão sendo prejudicadas com a paralisação.
 
O prejuízo também se estende para outras categorias, das mais diversas faixas etárias do futebol amador da cidade. Atletas, que vão desde o sub-11 e sub-13 até os “sessentões” também vivem a expectativa de retorno dos campeonatos.
 
Ao todo, além das quatro divisões principais (Especial, Primeira, Segunda e Terceira), a cidade conta com outras sete categorias: sub-11, sub-13, sub-20 (os chamados “Juniores”), Veteranos, Quarentões, Cinquentões e Sessentões, e todas estão paralisadas.
 
Segundo o presidente da Liga Municipal de Futebol de Suzano, Marcelo Menezes, os participantes – atletas, treinadores, entre outros – estão pedindo o retorno dos campeonatos. Só que a incerteza por conta do vírus impede que isso aconteça.
“Não tem jeito. É uma questão de saúde. O pessoal pede pra voltar muito, mas temos que pensar na saúde do ser humano. É difícil falar o que vai acontecer daqui para frente. A gente não sabe quando vão liberar. Nem mesmo as aulas voltaram”, diz o presidente.
 
O DS já havia conversado com o secretário de Esportes e Lazer de Suzano, Arnaldo Marin Junior, o Nardinho, que havia destacado que os campeonatos só voltariam se houvesse condições sanitárias e aval das autoridades. 
 
Mesmo assim, o retorno seria seguindo protocolos sanitários, com todos os integrantes do banco de reservas, bandeiras e mesários usando máscaras de proteção. 
 
Além disso, campos com dois vestiários para jogadores receberiam apenas uma partida no dia, com rodada dupla apenas em campos com quatro vestiários, evitando que mais de um time utilizasse apenas um vestiário no mesmo sábado ou domingo de jogo, reduzindo as chances de proliferação do vírus.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias