Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO

Rosberg dá o troco em Hamilton e é o mais rápido da sexta-feira em Interlagos

14 NOV 2015 - 07h00

O inglês Lewis Hamilton, já tricampeão da Fórmula 1 de forma antecipada, terá problemas para ganhar pela primeira vez na carreira o GP do Brasil. O seu grande obstáculo será mesmo o companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg, que deu o troco em relação à atividade da manhã e liderou com folga o segundo treino livre, à tarde, sendo o mais rápido ontem no autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Vencedor da corrida brasileira no último ano e muito perto de garantir, mais uma vez, o vice-campeonato da Fórmula 1, Rosberg marcou a sua melhor volta com o tempo de 1min12s385, 0s458 à frente de Hamilton (1min12s843), que ficou com a segunda colocação. Mais cedo, pela manhã, a ordem tinha sido a inversa, com o inglês na frente do alemão.

Quem também manteve o bom desempenho na pista de Interlagos, que teve uma leve garoa durante parte da atividade - nada que atrapalhasse os pilotos -, foram os carros da Ferrari. O alemão Sebastian Vettel, na luta contra Rosberg pelo vice-campeonato, foi o terceiro com 1min13s345 e o finlandês Kimi Raikkonen ficou com o quarto melhor tempo (1min13s500).

O Top 10 deste segundo treino livre do GP do Brasil foi completado por equipes diversas. O quinto foi o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull; o sexto foi o finlandês Valtteri Bottas, da Williams; o sétimo foi o francês Romain Grosjean, da Lotus; o oitavo foi o alemão Nico Hulkenberg, da Force India; o nono foi o russo Daniil Kvyat, da Red Bull; e o 10.º foi o brasileiro Felipe Massa, da Williams.

Massa, aliás, teve um desempenho melhor que na primeira sessão, mas a sua Williams sofreu com a falta de aderência. O brasileiro fez seu melhor tempo em 1min13s870, contra 1min15s469 da manhã (17.º lugar). Já Felipe Nasr também evoluiu e terminou em 13.º com 1min14s134.

Quem deu vexame em Interlagos foi o espanhol Fernando Alonso, comprovando a péssima fase da McLaren na temporada.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias