Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

Rosberg supera Hamilton e faz 5ª pole seguida; Massa sai em 8º no Brasil

15 NOV 2015 - 07h00

Com um tempo superior ao que lhe garantiu a pole do ano passado do GP do Brasil, Nico Rosberg voltou a conquistar a primeira posição do grid em São Paulo, ontem, no autódromo de Interlagos, ao cravar 1min11s282 com sua Mercedes. Assim, ele obteve a sua quinta pole seguida do Mundial e superou novamente Lewis Hamilton, segundo colocado do grid com o tempo de 1min11s360.

O treino de classificação ontem foi disputado no seco e com 46ºC de temperatura na pista, em um dia sem chance de chuva, que normalmente costuma aparecer em final de semana de corrida do GP brasileiro.

Felipe Massa, por sua vez, sofreu para andar rápido com sua Williams e sairá apenas do oitavo lugar. Já Felipe Nasr vai perder três posições no grid. O piloto brasileiro foi punido pelos comissários da prova por atrapalhar justamente Massa no Q2, a segunda sessão do treino classificatório.

Com a decisão dos comissários, Nasr iria pular do 11.º para o 14 º lugar do grid em sua primeira corrida em Interlagos pela Fórmula 1, mas foi ajudado por uma punição maior do australiano Daniel Ricciardo, de 10 posições, e assim o piloto da Sauber sairá da 13.ª colocação. O brasileiro havia sido um dos destaques da classificação ao mostrar boa evolução em comparação aos treinos livres. Acostumado a ser eliminado no Q2, ele quase avançou ao Q3.

"Eu fui avisado que todos estavam sincronizados na mesma volta. A última mensagem que eu tinha era que o (Valtteri) Bottas estava atrás de mim, numa volta mais lenta. Infelizmente, ele e o Felipe (Massa) trocaram de posição na pista", explicou Nasr logo ao sair do treino, referindo-se ao companheiro de Massa na Williams.

Com a punição do brasileiro, três pilotos foram beneficiados no grid deste domingo. O espanhol Carlos Sainz Jr., o mexicano Sergio Pérez e o sueco Marcus Ericsson, companheiro do brasileiro na Sauber, ganharam mais uma posição cada na largada

Hamilton, que já liderara o treino livre realizado pela manhã, voltou a manter o seu domínio no Q1, a primeira parte da sessão. O tricampeão mundial por antecipação cravou 1min11s682 para liderar o estágio inicial do treino, deixando em segundo lugar o seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, que cravou 1min11s746. Bem distante desta dupla, Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel avançaram ao Q2 com os respectivos terceiro e quarto lugares.

Já Felipe Massa tentou melhorar sua volta no fim do Q1, correndo risco de ser eliminado de forma precoce. O piloto da Williams pegou tráfego no trecho final do circuito e não conseguiu registrar a volta rápida. Curiosamente, quem estava a sua frente era o compatriota Felipe Nasr. Estava então em 14º lugar, mas na sequência ele se recuperou e fez o 10º melhor tempo. Nasr, por sua vez, avançou ao Q2 com o 12º tempo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias