Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO

Santos e Audax se enfrentam pela decisão do título do Paulistão

08 MAI 2016 - 08h00

O apito final na Vila Belmiro hoje ou vai dar ao Santos o posto de segundo maior campeão da história do futebol paulista ou confirmar o Audax, fundado há menos de três anos, como o time mais jovem a ser campeão na era profissional. A final do Campeonato Paulista, às 16 horas, na Vila Belmiro, reúne o time hegemônico nos últimos anos contra o emergente.

O Santos está na oitava final seguida, a nona nos 10 últimos anos. A regularidade rendeu cinco conquistas na última década e fez o clube largar o posto de quarto maior campeão estadual, superar o São Paulo e chegar neste domingo com a possibilidade de igualar o Palmeiras, com 22 títulos. O líder desse ranking é o Corinthians, 27 vezes campeão.

A permanência do Santos entre os primeiros colocados das últimas edições relembra o domínio vivido pelo clube na era Pelé e se explica principalmente pela força quando atua em casa. São 43 jogos de invencibilidade na Vila Belmiro pelo Estadual. A última derrota foi em abril de 2011.

O retrospecto anima o clube a confirmar o segundo título seguido, pois a decisão está empatada. O placar de 1 a 1 na semana passada, em Osasco (SP), faz com que na final baste a uma das equipes uma vitória simples para sair com o título. O empate leva a decisão para os pênaltis.

Mesmo com a melhor campanha e a vantagem de decidir em casa, o Santos afastou o favoritismo. Para o técnico Dorival Júnior, as últimas edições do Paulistão dificultam a distinção entre times grandes e pequenos. "Será uma decisão entre dois times grandes porque praticaram um grande futebol ao longo do Campeonato Paulista", afirmou. "É difícil definir quem é o grande e quem é o pequeno", comentou.

Neste contexto, Dorival Júnior explica que o desafio será na verdade bater a sensação do Estadual. "O Audax é o time a ser batido neste torneio por tudo o que apresentou. Naturalmente, o Santos tem condições de impor seu jogo por atuar na Vila".

Desde que retornou ao Santos, no ano passado, Dorival Júnior ainda não foi derrotado na Vila Belmiro. No Paulistão foram 17 jogos, com apenas uma derrota (Red Bull Brasil).

Após derrotar o Palmeiras e eliminar São Paulo e Corinthians, restou ao Audax superar o único grande que falta: o Santos. O técnico Fernando Diniz afirmou que o Leicester City, zebra que ganhou o Campeonato Inglês, serve como inspiração para o feito. "O Leicester é um grande exemplo para saber que não existe algo determinado, que quem é pequeno será pequeno e o pobre será pobre para sempre", disse o treinador, que tem formação em psicologia.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias