Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

Santos passa fácil pelo Figueirense e pega o São Paulo na semi da Copa do Brasil

02 OUT 2015 - 08h00

O Santos confirmou ontem o seu favoritismo e o domínio dos clubes paulistas na Copa do Brasil. Derrotou o Figueirense por 3 a 2, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, avançou à semifinal e agora vai enfrentar o São Paulo. No outro confronto, o Palmeiras encara o Fluminense.

Pela primeira vez três equipes de São Paulo chegam à semifinal do torneio. Desde 1989, quando a competição foi criada, a única edição em que um trio do mesmo Estado esteve nesta etapa da competição foi a de 2006, com Fluminense, Flamengo e Vasco - os rubro-negros foram campeões em cima dos vascaínos.

Se não bastasse a vantagem do empate após vitória por 1 a 0 no jogo de ida, em Florianópolis, o Santos ainda teve a sua vida facilitada nesta quinta-feira pelo fato de o Figueirense ter entrado com um time cheio de reservas. A prioridade da equipe catarinense é sair da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro e, por isso, o técnico Hudson Coutinho resolveu poupar os seus principais jogadores.

Assim, o Santos nem chegou a sentir muito a ausência de Lucas Lima. O meia está com uma lesão muscular na coxa direita e pode também ficar de fora da partida deste domingo contra o Fluminense, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão, para poder se apresentar 100% fisicamente à seleção brasileira no dia seguinte para os jogos contra Chile e Venezuela pelas Eliminatórias da Copa de 2018.

Sem ele, quem conduziu o Santos foi Gabriel. Sobretudo por causa de sua atuação no primeiro tempo, o atacante foi o melhor jogador da partida. Em uma jogada na qual contou com a sorte, foi dele o que gol que abriu o caminho da vitória santista. Aos 20 minutos, recebeu ótimo lançamento de Marquinhos Gabriel e, na tentativa de tocar para Ricardo Oliveira, viu a bola desviar na perna direita de Felipe e entrar no gol.

Oito minutos depois, o Santos fez o segundo em um lance de talento de Gabriel. De trivela, o atacante levantou a bola para o meio da área. Ricardo Oliveira, em posição de impedimento, não alcançou e Marquinhos Gabriel, livre, cabeceou no canto direito. O time prosseguiu com a vitória até o final da partida.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias