Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

São Paulo e Palmeiras duelam no Morumbi por um lugar no G4

27 SET 2015 - 08h01

O clássico entre São Paulo e Palmeiras é uma disputa direta por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro O Palmeiras é o quarto colocado com dois pontos (44 a 42) acima do rival de hoje, às 16 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 28ª rodada. Embora disputem uma vaga na Copa Libertadores, os dois times têm trajetórias muito diferentes. O São Paulo está em uma crise aberta; o Palmeiras, em ascensão, sem rusgas entre jogadores, comissão técnica e a diretoria.

A campanha do São Paulo tem sido marcada pela irregularidade. Em geral, o time vai bem nos grandes jogos (Grêmio e Corinthians), mas tropeça nos pequenos (Avaí, Chapecoense e Goiás). Na semana passada, o técnico colombiano Juan Carlos Osorio atribuiu essa sequência de altos e baixos às disputas políticas d’o clube. Ele se referia à lavação de roupa suja feita entre o presidente Carlos Miguel Aidar e o Alexandre Bourgeois, demitido da função de CEO.

Na última sexta-feira, no entanto, foi o próprio Osorio quem colocou mais lenha na fogueira ao afirmar que não confiava na diretoria e tomaria uma decisão sobre seu futuro após os jogos deste domingo e de quarta-feira contra o Vasco, pela Copa do Brasil. A crise, portanto, está aberta.

A equipe que vai tentar resistir a essa turbulência não terá Luis Fabiano. O atacante teve uma trauma em duas costelas na última quarta-feira e não tem prazo para voltar. Sem a presença de um jogador especialista na área, será preciso improvisar. A tendência é a entrada de Rogério e a escalação de Paulo Henrique Ganso como um falso centroavante. No restante, a equipe deve ser parecida à que bateu o Vasco por 3 a 0.

No ambiente tenso do São Paulo, uma nova derrota para o rival seria catastrófica. No primeiro semestre, o Palmeiras venceu por 3 a 0 e 4 a 0. Apesar da proximidade na tabela de classificação do Brasileirão, Osorio reconhece que o Palmeiras vive um momento melhor. "É uma grande oportunidade em nossa casa e com nossa torcida de competir com um dos elencos mais robustos da competição. Mesmo com menos jogadores, temos qualidade para enfrentar o Palmeiras", explicou.

Dono do melhor ataque do torneio e de uma sequência de três vitórias seguidas, o clube alviverde busca consolidar a sua posição entre os quatro melhores. "Uma vitória vai nos dar tranquilidade dentro do G4", disse Rafael Marques, que deverá ser titular por causa do último jogo de suspensão de Dudu.

O técnico Marcelo Oliveira tem apenas uma dúvida: Zé Roberto, fora do último jogo por causa de dores musculares. Se Zé Roberto atuar pela esquerda ou ficar fora do clássico, o time será mais defensivo porque terá Amaral e Thiago Santos como volantes.

A escalação de Zé Roberto no meio indica que o Palmeiras quer mesmo sua quarta vitória seguida.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias