Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 19 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/09/2020
PMMC COVID LAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Suzanense pode disputar Jogos Olímpicos no Hipismo

24 JUN 2016 - 08h00

A suzanense Giovana Prado Pass, de 18 anos, poderá disputar os Jogos Olímpicos 2016 pela modalidade Hipismo Adestramento. A atleta venceu as três provas seletivas que aconteceram no Brasil. Porém, a definição da equipe só ocorrerá no dia 19 de Julho pela Confederação Brasileira de Hipismo.

As expectativas da atleta são boas, uma vez que será a primeira participação na competição, caso seja convocada. Também, é a caçula da equipe. "O adestramento é um esporte muito novo no Brasil e o desejo é representar bem o país. Além disso, quero mostrar a evolução equestre que houve desde Hong Kong", argumentou.

Ela nasceu no Hospital Albert Einstein em São Paulo, mas morou desde o nascimento até os 13 anos de idade em Suzano. Mudou-se para o Guarujá para treinar e desde 2014 reside em São Paulo. Atualmente treina na Hípica Paulista e estuda veterinária. No esporte ela está desde os cinco anos de idade. Aos oito anos disputou o primeiro campeonato e foi campeã inter-clubes na categoria baby-riders. Desde então nunca mais parou. As conquistas durante a carreira foram quatro vezes campeã brasileira e paulista.

Diferente das meninas da sua idade, a vida dela é voltada para os cavalos. Ela faz faculdade de veterinária no período da manhã e treino á tarde. A rotina de treinos é intensa, sendo todos os dias da semana. Além da prática com os cavalos, faz preparação física e psicológica e tem alimentação controlada por nutricionista.

Neste ano a atleta não disputou nenhum torneio e apenas focou na preparação para as seletivas do Rio 2016. Giovana falou o sentimento em defender as cores do Brasil nos jogos. "Por ter dupla cidadania, poderia até competir pela Alemanha, mas nunca pensei nisso, pois o Brasil é o meu país de coração e tenho muito orgulho de fazer parte da nova geração do hipismo brasileiro. A medalha olímpica ainda pode ser uma meta ambiciosa para os jogos deste ano, mas com certeza é o meu objetivo para o futuro".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias