Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo

Técnico estreante, Padovani fecha com 68% de aproveitamento

21 MAI 2016 - 08h00

Em seu primeiro ano comandando a equipe principal do Mogi das Cruzes/Helbor, o técnico Danilo Padovani fechou a temporada com 68% de aproveitamento. Foram 51 jogos, com 35 vitórias e 16 derrotas. Padovani assumiu a equipe logo após a saída do espanhol Paco García, ao término do Paulista. Ele foi assistente técnico na passagem do espanhol pelo clube e hoje tem Alexandre Rios ao seu lado no banco.

O técnico comandou a equipe na fase semifinal da Sul-Americana, na Liga das Américas e no NBB 8 (Novo Basquete Brasil). Nas três competições à frente da equipe, o treinador obteve resultados expressivos com o clube. "Desde que eu assumi a temporada, eu coloquei que meu sonho era ser campeão em Mogi. Não atingi meu objetivo e no Brasil, infelizmente, a gente é cobrado muito por título. São poucas equipes que são reconhecidas como o Mogi, que chegou pelo terceiro ano seguido entre os quatro melhores do Brasil. O pessoal quer é título e a torcida está pouco se importando se chegou entre os quatro. Ela não quer saber, quer ser campeã. E nós também! Esse era o sonho e eu fiquei frustrado por não atingir esse objetivo. Mas ao mesmo tempo fico muito feliz por nesse meu primeiro ano estar entre os finalistas nas três competições que disputamos, Sul-Americana, Liga das Américas e NBB", destaca Padovani. O treinador agora vai conversar com a diretoria para discutir a sua permanência à frente da equipe e, a partir daí, começar a projetar a próxima temporada.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias