Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 18 de janeiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/01/2020
CENTRO MÉDICO
CENTERPLEX 16 A 22/01

Lance Livre 08-12-2019

Por Edgar Leite07 DEZ 2019 - 19h24
Fios em desuso
A Câmara de Suzano aprovou projeto de lei que obriga o alinhamento e a retirada de fios em desuso e desordenado existentes em postes de energia elétrica na cidade.
 
Autoria
A proposta é de autoria do vereador José Alves Pinheiro Neto (PDT), o Netinho do Sindicato.
 
Garantir mais 
segurança
O projeto tem por objetivo garantir mais segurança à população diante dos riscos impostos pelos fios que são condutores de energia, além de assegurar a organização do espaço urbano. 
 
Poluição visual
Parte da poluição visual da cidade é ocasionada pela fiação solta, fragmentada, pendurada, amarrada e enrolada nos postes, conforme o autor do projeto.
 
Empresa
Pelo projeto de lei, a empresa concessionária ou permissionária de energia elétrica fica obrigada a realizar o alinhamento dos fios por ela utilizados ou a retirada, quando necessário. Deverá também notificar outras empresas que utilizam os postes como suporte de seus cabeamentos para que procedam da mesma forma.
 
Partidos políticos
A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, e os ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Tarcisio Vieira de Carvalho Neto e Sérgio Banhos reuniram-se com representantes dos diretórios nacionais de nove partidos.
 
Sugestões
Os políticos trouxeram sugestões para estreitar o diálogo entre a Corte Eleitoral e as legendas.
 
Questões
“Temos aqui questões de ordem prática que merecem ser apreciadas com atenção pelo Tribunal. Vejo com bons olhos que se realizem conversas entre o TSE e os partidos políticos, para melhorarmos e facilitarmos as relações entre as instituições”, disse a presidente da Corte Eleitoral, ministra Rosa Weber, em entrevista ao portal do TSE.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias