Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 24 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MULTI 2020 NOV

Lance Livre 08/11/2015

08 NOV 2015 - 07h00

Vias públicas

O esforço das prefeituras da região em tentar melhorar as vias públicas é grande em meio a uma grande crise financeira.



Bons resultados

Enquanto isso, o Estado comemora bons resultados em investimentos em rodovias. As melhores do País estão localizadas no Estado de São Paulo.

20 primeiras

Das 20 primeiras selecionadas no ranking divulgado em 2015, pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), 19 integram o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, sob fiscalização da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

Melhores

classificadas

As melhores classificadas no ranking das últimas dez edições das pesquisas CNT são rodovias sob concessão. No levantamento realizado, todas passam pelo Estado de São Paulo e uma por Minas Gerais.

Dez melhores

As dez melhores rodovias do ranking de 2015 que passam pelo Estado de São Paulo apresentam 99,1% dos trechos avaliados como ótimos ou bons.

Painel do

impeachment

Grupo de políticos das cidades da região elogiou a decisão de líderes de quatro partidos de oposição (PSDB, DEM, PPS e SD) de fixar um painel com cerca de 6 metros de largura por 2 metros de altura, no Salão Verde da Câmara dos Deputados, para colher assinaturas de deputados que apoiam o início do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

45 deputados

Pelo menos, 45 deputados assinaram o painel na Câmara Federal, em Brasília. De acordo com os líderes, o objetivo foi mostrar à população quais deputados apoiam publicamente o afastamento da presidente.

Pressão

Eles disseram que o “painel pró-impeachment” serve para pressionar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, a concluir a análise de todos os pedidos de afastamento ainda sem despacho.

Eleições

A segurança das urnas eletrônicas sempre é motivo de discussão e polêmica principalmente por quem perde as eleições.

Sem fraudes

Nesta semana, no entanto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que o PSDB não encontrou indícios de fraude nas eleições de 2014. Há um ano, após a divulgação do resultado do segundo turno, vencido pela presidente Dilma Rousseff (PT), o partido pediu ao tribunal autorização para fazer auditoria própria do processo de votação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias