Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 31 de maio de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/05/2020
DIARIO DE SUZANO SOLIDÁRIO
PMMC RETOMADA
PMMC HOSPITAL DE CAMPANHA

Lance Livre 11-03-2020

Por Edgar Leite10 MAR 2020 - 23h59
Privatização  
das estações
Reportagem do portal diariodostrilhos.com mostrou ontem que um projeto de lei está em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado para conceder à iniciativa privada todas as linhas do Metrô e da CPTM. 
 
12
As 12 estações da região estão incluídas no pacote. O DS publicou recentemente informação mostrando que o governo João Doria (PSDB) tem interesse em passar as estações para a iniciativa privada.
 
Autoria
Segundo o portal, o projeto de autoria do deputado Estadual, Douglas Garcia (PSL) foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e seguiu para análise na Comissão de Assuntos Metropolitanos.
 
Finalidade
De acordo com o parlamentar, “a presente proposição tem a finalidade de otimizar a prestação do serviço de transporte público para a população, especialmente do Metrô de São Paulo (Companhia do Metropolitano de São Paulo) e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitano), uma vez que o serviço privado tem, comprovadamente, prestado melhor serviço do que o público.”
 
Mais Médicos
O Ministério da Saúde vai lançar um edital de chamamento para cerca de 5 mil profissionais pelo programa Mais Médicos. De acordo com a pasta, o edital será publicado ainda nesta semana e a ideia é reforçar a capacidade de assistência em Saúde durante a emergência do coronavírus.
 
Centros urbanos
Capitais e grandes centros urbanos voltam a participar do programa, que até então vinha priorizando somente municípios de maior vulnerabilidade. A medida é em razão de serem locais com maior concentração de pessoas, o que ajuda a ampliar a circulação do coronavírus.
 
Inscrições
As inscrições estão previstas para a próxima semana e a expectativa é que os profissionais comecem a atuar em cerca de três semanas. Com a medida, o governo espera fortalecer o atendimento nos postos de saúde e evitar buscas desnecessárias aos hospitais.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias