Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID VERDE
PMMC OUT ROSA
PMMC MULTI 2020

Lance Livre 12/06/2016

12 JUN 2016 - 08h00

Relação de

devedores

A Justiça Eleitoral disponibilizou aos partidos políticos a relação de todos os devedores de multa eleitoral.

Base para expedição de certidões

Esta lista é que servirá de base para a expedição das certidões de quitação eleitoral, conforme dispõe o parágrafo 9º do artigo 11 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97).

Requisitos

A quitação é um dos requisitos necessários ao deferimento do registro de candidatura de quem pretende disputar as eleições municipais deste ano.

Multa

A multa é uma das penalidades aplicadas pela Justiça Eleitoral para quem desrespeita a legislação. Um dos requisitos para a emissão da certidão de quitação eleitoral é a inexistência de multas não pagas ou não justificadas.

Sindicalistas

A menos de uma semana do fim do prazo de 30 dias para que o grupo de trabalho com representantes do governo e de centrais sindicais defina uma proposta para a reforma da Previdência Social, sindicalistas saíram de reunião com o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), indicando que o tempo precisará ser estendido.

Propostas

Sindicalistas da região também devem encaminhar propostas para o setor.

Idade mínima

A idade mínima é o principal ponto de embate entre governo e representantes dos trabalhadores. A divergência foi exposta após encontro no Palácio do Jaburu, onde Temer ofereceu um almoço para cerca de 80 sindicalistas aliados à sua gestão.

Cardápio

No cardápio do almoço, que durou cerca de duas horas, foram servidos arroz, feijão tropeiro, carne seca desfiada, pernil assado e salada. Nesta semana, o presidente em exercício já havia recebido um grupo de empresários.

16 de maio

No dia 16 de maio, Temer montou um grupo de trabalho com representantes de centrais sindicais e do governo para discutir e elaborar, em até 30 dias, uma proposta de alteração na Previdência.

Segunda-feira

De acordo com o presidente da Força Sindical, deputado Paulinho da Força (SD-SP), uma reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, está agendada para amanhã.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias