Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 14 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2019
PMMC DENGUE

Lance Livre 15-11-2019

Por Edgar Leite14 NOV 2019 - 23h59
‘Olho na Escola’
Um mês após o lançamento oficial, o aplicativo ‘Olho na Escola’ do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) já possui mais de 16 mil escolas da rede pública em seu cadastro. As informações são do site do TCE.
 
Ferramenta
A ferramenta permite que o interessado – pais, alunos, professores, diretores, funcionários, e outros – participe da gestão das unidades escolares com o envio de sugestões, elogios e reclamações.
 
Balanço
De acordo com balanço divulgado pelo Tribunal de Contas, desde sua implantação, em 11 de outubro, o aplicativo já conta com 16.891 escolas cadastradas – 5.724 municipais (exceto as da rede da Prefeitura da Capital) e 11.167 sob a responsabilidade do Estado. 
 
Download
Disponível para download nas lojas digitais de aplicativos Play Store e Apple Store, a ferramenta, desenvolvida pelo Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), já foi baixada 2.690 vezes.
 
Balanço
No período de 31 dias – entre 12 de outubro a 12 de novembro –, a quantidade de elogios à qualidade da Educação nas escolas da rede pública do Estado de São Paulo foi superior às reclamações e sugestões. O aplicativo registrou 186 elogios, 77 reclamações e 42 sugestões direcionadas aos gestores das unidades escolares.
 
Elogios
Dos elogios, 156 foram encaminhados para escolas da rede municipal e 30 para as unidades estaduais. Desse total, interagiram com a plataforma, pais ou responsáveis (61), funcionários (54), professores (36), alunos (5) e outros (30). Os docentes acumulam o maior número de mensagens recebidas, com 66 elogios, no total. Em seguida, aparece a merenda escolar, com 31 registros.
 
Levantamento
Ainda segundo o levantamento, a maior parte das reclamações refere-se a unidades escolares estaduais (40), e são oriundas do descontentamento de pais ou responsáveis (45) e de alunos (11). Entre as queixas mais comuns aparecem às relativas à segurança, faltas excessivas de professores às aulas, ventilação, ausência de professores para disciplina, uniformes e variedade da merenda.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias