Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/10/2020
PMMC MULTI 2020
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO
PMMC OUT ROSA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Lance Livre 15/12/2015

15 DEZ 2015 - 07h00
Reunião tucana

O diretório estadual do PSDB quer fortalecer nos municípios os seus candidatos a prefeito.

Participação

de Alckmin

Para isso, será fundamental a participação do governador Geraldo Alckmin (PSDB) em “palanques” dos tucanos nas cidades.

Contribuição

A decisão tucana pode contribuir com a candidatura à reeleição do atual prefeito suzanense, Paulo Tokuzumi.

Cinco partidos

O PT de Suzano não deve lançar chapa pura nas eleições do próximo ano. Com a definição do pré-candidato, Luiz Carlos Geraldo, o Professor Luizinho, - anunciada no último sábado -, o partido conversa com cinco partidos uma possível coligação. A decisão deve sair até março do próximo ano.

Surpresa

O presidente da sigla, Reginaldo Macedo, afirmou que os nomes dos partidos não serão divulgados para não atrapalhar as conversações, mas disse que se surpreendeu com o convite de algumas siglas para fechar parceria. A surpresa aconteceu por conta da crise vivida pelo PT em âmbito nacional.

Sem ressentimentos

O PT afirma que não deve perder força no pleito, mesmo com a saída do ex-prefeito Marcelo Candido, que exerceu dois mandatos no Executivo à frente do partido.

Lideranças

Reginaldo afirma que a sigla tem lideranças e acredita na forte militância para obter um bom resultado.

Cidadão mogiano

O bispo diocesano dom Pedro Luiz Stringhini recebe o título de cidadão mogiano, hoje, às 20 horas.

Decreto

O decreto é de iniciativa dos vereadores Antônio Lino da Silva e Iduigues Ferreira Martins. A cerimônia acontecerá na Câmara de Mogi.

PMDB

Pelo menos 10 dos 27 diretórios estaduais do PMDB já assinaram documento pedindo a antecipação da convenção nacional do partido, prevista para março do próximo ano. No evento, o partido pode decidir pelo desembarque do governo Dilma Rousseff (PT).

Apoio

Os apoios começaram a ser colhidos por deputados peemedebistas da ala pró-impeachment no último fim de semana, e já são suficientes para que a direção do partido seja obrigada a atender a solicitação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias