Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ

Lance Livre 17/11/2015

17 NOV 2015 - 07h00

Não oficiais

Pesquisas ainda não oficiais começaram a circular por cidades da região com a porcentagem dos prováveis candidatos a prefeito.



Sondagens

Na verdade são apenas sondagens. Retratam o momento atual da eleição que só será em outubro do ano que vem.

Mal colocados

Políticos mal colocados começaram a se preocupar com a possibilidade de ficar fora de um “segundo turno” das eleições.

Marta e o PMDB

A confirmação de que a senadora Marta Suplicy (PMDB) será a candidata do partido à Prefeitura de São Paulo nas eleições do ano que vem não deve alterar a situação do partido nas outras cidades, como Suzano.

Apoio a Tokuzumi

Na cidade, o PMDB segue com seu apoio definitivo ao atual prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB).

Boa acolhida

Esta semana, Marta Suplicy disse que foi recebida muito bem no partido. A senadora participou de uma palestra a alunos do curso de administração da Fundação Getulio Vargas (FGV), em São Paulo.

1ª vez

Foi a primeira vez que manifestou publicamente que é a candidata do partido.

Regularização

de recursos

Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou projeto que cria um regime especial de regularização de recursos mantidos no exterior sem conhecimento do Fisco, fixando um tributo único para sua legalização perante a Receita Federal.

Forma lícita

A medida é direcionada aos recursos obtidos de forma lícita. A matéria será votada ainda pelo

Senado.

Texto aprovado

De acordo com texto aprovado, um substitutivo do relator, deputado Manoel Junior (PMDB-PB), poderão aderir ao regime as pessoas físicas ou jurídicas residentes ou domiciliadas no Brasil que tenham sido proprietárias desses recursos ou bens em períodos anteriores a 31 de dezembro de 2014.

210 dias

Elas terão 210 dias para aderir, contados a partir da publicação da futura lei. Aquele que tiver a adesão aprovada será anistiado de vários crimes tributários relacionados aos valores declarados, como sonegação fiscal ou descaminho.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias