Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 15 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/10/2019
Secom Segurança
Villa Europa

Lance Livre 18-09-2019

Por Edgar Leite17 SET 2019 - 23h59
Audiência pública
A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) apoia a realização de uma audiência pública do Conselho Municipal da Assistência Social (Comas), que servirá para análise dos cumprimentos das deliberações das conferências promovidas em Suzano nos anos de 2015 e 2017.
 
Endereço
O evento, que é aberto ao público, será realizado hoje, das 13 às 17 horas, no Anfiteatro Orlando Digenova, localizado no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi (Rua Benjamin Constant, 682 – Centro).
 
Participação
Na oportunidade, os membros do Comas e colaboradores da secretaria vão falar sobre as políticas públicas de Assistência Social desenvolvidas na cidade. Em seguida, será aberto aos presentes um momento para que participem fazendo suas considerações acerca do assunto discutido.
 
Resultado
A audiência pública tem o objetivo de acolher propostas e sugestões para serem apresentadas na Conferência Municipal de Assistência Social, que ocorrerá no próximo dia 25 (quarta-feira), das 8 às 17 horas, no salão social do Suzano Futebol Clube, o Suzaninho. A atividade também será aberta ao público.
 
Câmara
A Câmara de Suzano vota hoje projeto de lei que busca tornar obrigatória a divulgação dos estoques de medicamentos presentes nas farmácias que compõem o Sistema Único de Saúde (SUS) no município (unidades básicas de saúde, unidades de Estratégia de Saúde da Família, central de marcação, pronto-atendimentos e hospitais). 
 
Autoria
O projeto é de autoria do vereador Edirlei Junio Reis (PSD), o professor Edirlei. Prevê que a relação atualizada dos medicamentos disponíveis seja encontrada no site oficial da Prefeitura e nas unidades de saúde. 
 
Aplicativo
O projeto também busca que seja feita uma licitação para que a Prefeitura adquira um aplicativo para uso nos sistemas Android e iOS, de forma a facilitar o acesso à informação dos estoques de cada unidade de saúde.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias