Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 26 de maio de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/05/2022
COVID CENTRO MÉDICO
CAMPANHA INSTITUCIONAL 2022 - PI 49989 TOPO

Lance Livre 18-12-2021

Por Edgar Leite18 DEZ 2021 - 05h00

IPTU de Mogi
O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) voltou a ser assunto em entrevista coletiva do prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Podemos), na última terça-feira (14). 
 
Sem aumento real
O chefe do executivo voltou a garantir que não haverá aumento real do IPTU. Um projeto foi encaminhado para a Câmara de Mogi com o intuito de repassar descontos para a população.
 
Correção
Mas, uma correção se dará por conta da inflação. Segundo o prefeito, a atualização inflacionária obriga, por lei, que haja a correção. Quem pagar à vista terá 8% de desconto e se estiver em dia será mais 5%. Isso significa que o contribuinte terá até 13% de desconto. 
 
Cadastro único
O prefeito informou ainda que as famílias do Cadastro Único (CadÚnico) serão isentas do IPTU. 
 
Pedágio
Ainda durante a entrevista, o prefeito disse que a luta contra a implantação de pedágios na Rodovia Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra, e na Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-98), a Mogi-Bertioga, continua. Uma reunião com o vice-governador, Rodrigo Garcia (PSDB), está marcada para os próximos dias.
 
Levantamento do TCE
Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) apontou que a cada 5 municípios paulistas, apenas 1 tomou medidas para proibir a realização de eventos públicos – festas de final de ano, shows, queima de fogos, Carnaval, aniversário da cidade, dentre outros – que possam gerar aglomeração de público.
 
644
Das 644 cidades fiscalizadas pelo órgão, um percentual de 80,5% (518 cidades) informou que, até o início de dezembro, não tomou nenhuma decisão no sentido de conter possíveis aglomerações como medida para evitar o alastramento da pandemia, sobretudo em função da chegada da nova variante Ômicron.
 
Resultados
Os resultados estão relacionados à inclusão de novos quesitos que, a partir deste balanço, farão parte do questionário mensal de avaliação da Corte de Contas que fiscaliza como os órgãos jurisdicionados paulistas empregam os recursos públicos no combate ao novo coronavírus.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias