Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Lance Livre - 24/06/2016

24 JUN 2016 - 08h00

Benites preocupado

O líder sindical de Suzano, Pedro Alves Benites, está preocupado com um ponto do Governo Temer. Em várias entrevistas de ministros, os direitos trabalhistas são apresentados como um problema para a indústria e para o crescimento do País.

Flexibilização

Palavras como a "flexibilização" estão em moda e aí está o ponto principal, segundo Benites.

Novas contratações

Para ele, em um momento como este o governo federal deveria estimular as novas contratações, com todos os direitos assegurados, e jamais questionar o que já foi conquistado pelos trabalhadores.

Sem alteração

"Eu acompanho com preocupação este cenário, pois quando a economia está aquecida, os trabalhadores ficam com mais poder de compra e é justamente isso que aquece a economia", comenta Benites.

Direitos dos

trabalhadores

Para ele, se o Governo Temer insistir em discutir os direitos dos trabalhadores, a crise econômica que afeta o Brasil tende a se agravar ainda mais. "Os trabalhadores não vão aceitar qualquer mudança na legislação", comenta.

Mesários

Os mesários nas eleições municipais de 2016 têm importante papel no bom andamento do processo de votação e oferecem sua parcela de contribuição à democracia brasileira.

Eleições deste ano

Para o pleito deste ano, assim como em eleições anteriores, os cidadãos que atuarão como mesários receberão treinamento específico da Justiça Eleitoral para que possam solucionar eventuais dúvidas ou questionamentos que venham a surgir no dia da votação, dentro de sua alçada de atribuições.

Coordenadora

de Educação

A coordenadora de Educação e Desenvolvimento do TSE, Thayanne Fonseca, membro do Grupo de Trabalho responsável pela capacitação dos mesários, ressalta a importância do treinamento para evitar qualquer contratempo no dia da votação.

PHS

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) cassou o tempo de propaganda política partidária do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) destinado a inserções estaduais na televisão. A decisão foi unânime. A Corte determinou a perda de 5 minutos do direito de transmissão do partido na TV equivalente a cinco vezes o tempo da propaganda ilícita.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias