Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020
PMMC MULTI 2020
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC OUT ROSA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO

Dilma admite erros e se diz preparada para conduzir o País

08 SET 2015 - 08h00

Em vídeo postado pelas redes sociais, como estratégia para evitar os panelaços, a presidente Dilma Rousseff (PT) fez um discurso de mea-culpa, com reconhecimento da gravidade da crise, e ao mesmo tempo já colocando uma argumentação de união e tolerância para fazer a "travessia".

"Se cometemos erros, e isso é possível, vamos superá-los e seguir em frente", diz a presidente, vestida com um terno azul claro e com um quadro em tons azuis ao fundo. "As dificuldades são nossas e são superáveis. O que eu quero dizer, com toda franqueza, é que estamos enfrentando os desafios, essas dificuldades, e que vamos fazer essa travessia."

A presidente lembra que há dificuldades na economia pelo mundo, mas admite também que a crise é consequência da estratégia do governo brasileiro nos últimos anos. "As dificuldades e desafios resultam de longo período em que o governo entendeu que deveria gastar o que fosse preciso para garantir o emprego e a renda do trabalhador, a continuidade dos investimentos e dos programas sociais. Agora temos de reavaliar todas essas medidas e reduzir as que devem ser reduzidas."

PROTESTOS Ontem, a comemoração de 7 de setembro na Esplanada dos Ministérios foi marcada por protestos e bonecos inflados da presidente Dilma, com lama pelo corpo e nariz de Pinóquio, e o já famoso "Pixuleco", que representa o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário.

O intenso isolamento realizado pelo Exército, no entanto, fez com que as manifestações contrárias ao governo não fossem ouvidas ou vistas do palanque ocupado por Dilma e pela cúpula de ministros que formam a articulação política.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias