Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/09/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo
Dilma

Dilma diz que fará tudo para impedir avanço de processos antidemocráticos

15 SET 2015 - 18h56
A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de entrega do 28º Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)
A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou hoje que o governo fará de tudo para impedir o avanço de processos que desestabilizem a democracia. “Faremos tudo para impedir que processos não democráticos cresçam e se fortaleçam”, disse a presidenta, ao ser perguntada sobre o avanço de movimentos favoráveis ao impeachment no Congresso Nacional.

Dilma destacou que o governo está “atento a todas as tentativas de produzir uma espécie de instabilidade profunda no país”, o que, segundo ela, só beneficiaria “o pessoal do quanto pior, melhor”.

“O Brasil, a duras penas, conquistou uma democracia, e eu sei o que estou dizendo. Eu sei quantas penas duras foi para conquistar a democracia”, disse Dilma, em rápida entrevista após a cerimônia de entrega do 28º Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto.
 
  • A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de entrega do 28º Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias