Envie seu vídeo(11) 4745-6900
terça 16 de agosto de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/08/2022
SESC AGOSTO 2022

MEIs veem franchising como opção para crescimento

Franchising resiste a crises e tem um crescimento de 8,8% no primeiro trimestre de 2022

Por Da Região08 JUL 2022 - 13h30
MEIs veem franchising como opção para crescimentoFoto: Divulgação

Atualmente, quase 70% das empresas do Brasil são MEIs. Os dados disponibilizados pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, apontam que são 13.489.017 MEI no país, de um total de 19.373.257 empresas ativas. De acordo com o ministério, as PMEs, categoria na qual as MEIs também estão inclusas, correspondem a 27% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. Somente em 2021, foram criados mais de 3,1 milhões de novos CNPJs. Dos 3,9 milhões de novos negócios criados em 2021, 80% são MEIs. Entre os setores, o que mais se destaca é o de serviços, com 48,9% do número de MEIs. Paralelo a isso, o franchising resiste a crises e tem um crescimento de 8,8% no primeiro trimestre de 2022 - de acordo com a Associação Brasileira do Franchising (ABF). Dentro do segmento, um dos setores que têm crescido cada vez mais é o das microfranquias home based. Em 2020, o segmento representava 7,1% das unidades do país, em 2022, soma 14,8%. Grande parte desses modelos de franquias são adaptadas para MEIs.

"Uma das grandes vantagens do franchising é que ele tem o know-how de um modelo de negócio que já foi testado no mercado. Além disso, franqueadoras estão buscando atender a demanda do seu público e têm notado um crescente números de MEIs no país. Investir no segmento é uma forma do microempreendedor individual ter segurança ao abrir o negócio. Acreditamos que o setor irá crescer cada vez mais", comenta Mércia Machado Vergili, consultora do GSPP, empresa especializada em formatação de franquias.

Entre as franquias que oferecem esse tipo de modelo, assim como acontece de modo geral, a categoria de serviços se destaca. Segundo a ABF, o setor que mais concentra o maior número de microfranquias são serviços e outros negócios, concentrando um total de 27,4% do modelo de negócio. Para o empreendedor existem diversas opções de investimento, desde conserto de instrumentos musicais (luthieria), até produção áudio visual. Fundada em 2003, a Torky é uma empresa de reparo de instrumentos musicais que entrou para o franchising em 2018. A marca trouxe um modelo compacto, próprio para MEIs.

"Basicamente queremos dar uma maior liberdade aos nossos franqueados. Nosso modelo de negócio consiste em uma mala com todas ferramentas para ele se tornar um luthier profissional. Para aqueles que não sabem consertar instrumentos, oferecemos com a franquia cursos para o reparo dos instrumentos musicais, e, obviamente, todo o suporte que ele precisa. Nosso objetivo é oferecer uma maior segurança para aqueles que não querem trabalhar sendo CLT e ao mesmo tempo não querem começar em um novo negócio do zero. Nossos franqueados já poupam alguns passos e iniciam com um modelo de negócio já estruturado", comenta Márcia Gregini, CEO da Torky.

Outro setor que tem ganho destaque, principalmente após a pandemia, tem sido o mercado audiovisual. Recursos como transmissões ao vivo se tornaram popular no mundo empresarial e têm sido utilizado por grandes marcas fortalecerem tanto a sua cultura com o seu público externo quanto interno. Nesse aspecto, a Artes Filmes, rede de franquias de produtoras de vídeos, acredita que muitos MEIs podem realizar o trabalho e terem sucesso. A rede oferece um modelo de negócio compacto e com o amparo da franqueadora para aqueles que querem atuar no setor.

"O brasileiro tem um grande apetite pela tecnologia e o áudio visual está em constante crescimento. Se antes apenas as grandes empresas utilizavam essa ferramenta, hoje em dia ela está acessível a todos, seja pequena, média ou grande empresa. O que fazemos na Artes Filmes é otimizar os resultados de outras empresas por meio de recursos publicitários no áudio visual. Nosso franqueado pode ser MEI e contará com o nosso apoio e suporte para obter êxito nos negócios", comenta Bruno Rodrigues, sócio-fundador da Artes Filmes.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias