Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 15 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/10/2019
Villa Europa
Secom Segurança
Nacional

Ministério do Meio Ambiente comemora o Dia Mundial da Limpeza

Práticas de recuperação do lixo e a melhoria dos resíduos sólidos urbanos foram abordados durante encontro

Por Alana Gandra - da Agência Brasil21 SET 2019 - 13h02
Ministério do Meio Ambiente comemora o Dia Mundial da LimpezaFoto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Para lembrar o Dia Mundial de Limpeza, a ser comemorado neste sábado (21), o Ministério do Meio ambiente, em parceria com a Marinha do Brasil, promoveu nesta sexta-feira (20), no Rio de Janeiro, o seminário Estratégias para o Combate ao Lixo no Mar.

As práticas de recuperação do lixo e a melhoria dos resíduos sólidos urbanos foram abordados durante o encontro. Segundo o secretário de Qualidade Ambiental do ministério, André França, foram apresentadas as principais ações para a implementação do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar, lançado em março pelo governo federal.

“Cerca de 80% do lixo que vai para o mar vêm do continente. Se 20% vêm de atividades marítimas, 80% vêm do continente. A causa raiz está na boa gestão desses resíduos sólidos, do descarte em local adequado, da reciclagem daquilo que é passível de ser reciclado, da reutilização”, disse o secretário.

França destacou também a necessidade de maior conscientização da população em relação à boa gestão e ao encaminhamento adequado do lixo. "É fundamental para que tenhamos os nossos ecossistemas marinhos e costeiros preservados", disse.

O secretário destacou que, em comemoração ao Dia Mundial da Limpeza, o ministério firmou parceria com a Marinha e fará as ações em diversos distritos navais, cobrindo 20 localidades.

Também serão apoiadas ações em mais 60 municípios costeiros. “Vamos ter dezenas de municípios envolvidos, com a população participando, mostrando a importância do combate ao lixo no mar, que traz impactos para além do turismo, para a economia, para a saúde, porque o lixo é fonte para a proliferação de vetores”.

Com isso, o órgão vai estabelecendo ambientes e devolvendo restingas, praias e mangues, que estavam poluídos, para a população que ao mesmo tempo aprende a valorizar e preservar esses ambientes, disse o secretário.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias