Envie seu vídeo(11) 4745-6900
domingo 28 de novembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/11/2021
PMMC ECONOMIA DE ÁGUA
CREA-SP TRANSFORMAÇÃO
PMMC PPM
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC ISS

Polícia Civil conclui que Marília Mendonça teve morte instantânea em acidente aéreo

Cantora e os outros quatro membros da aeronave sofreram múltiplas lesões em órgãos vitais

Por Daniel Marques - da Redação25 NOV 2021 - 18h12
Marília Mendonça e os outros quatro ocupantes da aeronave sofreram politraumatismo contusoFoto: Reprodução/Instagram
A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu que a cantora Marília Mendonça morreu em decorrência de politraumatismo contuso. O acidente de avião que vitimou fatalmente a Rainha da Sofrência aconteceu no dia 5 de novembro, na cidade de Caratinga, no Vale do Rio Doce (MG). 
 
Além da cantora, o piloto Geraldo Medeiros, o copiloto Tarciso Viana, o produtor Henrique Ribeiro e o tio e assessor de Marília, Abicieli Silveira Dias Filho, também morreram. Todos, segundo a Polícia Civil, sofreram com o politraumatismo contuso, que é quando ocorrem múltiplas lesões em órgãos vitais do corpo.
 
O parecer final sobre a causa da morte indica que Marília e as outras quatro vítimas morreram instantaneamente com o impacto da aeronave. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) investiga o que teria provocado a queda do avião.
 
“Todos os exames relacionados ao anatomopatológico, que é o exame dos tecidos, vieram negativos para outras enfermidades que pudessem contribuir com as mortes. Os exames tão somente confirmaram as lesões traumáticas vivenciadas por todas as vítimas. Já os exames de teores alcoólico e toxicológico, também não evidenciaram nenhum consumo de substância ou nenhum tipo de intoxicação que pudesse contribuir com os óbitos”, informou um médico legista da Polícia Civil, em coletiva virtual realizada nesta quinta-feira (25). “Desta forma, a conclusão final dos laudos será por politraumatismo contuso para todas as cinco vítimas deste acidente aéreo”, concluiu.
 
Marília estava indo para um show em Caratinga. A suspeita é de que o avião em que as vítimas estavam tenha batido em fios de energia elétrica antes de se chocar com pedras no pé de uma cachoeira.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias