Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

Relator de CPI do BNDES rejeita indiciamentos

07 FEV 2016 - 07h00

 A CPI criada em agosto do ano passado para investigar suspeitas de irregularidades envolvendo financiamentos do BNDES pode terminar, após o carnaval, sem indiciar os principais personagens do caso. O relator da comissão, deputado José Rocha (PR-BA), vai apresentar seu parecer no próximo dia 16, mas diz não ter elementos para pedir o indiciamento do presidente do banco, Luciano Coutinho, e da jornalista Carolina de Oliveira, mulher do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT).

Rocha disse também não saber se incluirá no seu relatório referências ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teria intermediado negócios entre o banco e empreiteiras. O ex-presidente consta apenas em um dos quatro sub-relatórios apresentados na semana passada.

Com base nas suspeitas sobre a prática de tráfico de influência por parte de Lula, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) propôs uma quarentena de oito anos a agentes públicos para a prática de lobby.

"Utilizando-se o exemplo do ex-presidente Lula, cujas palestras de vultosos valores são suspeitas de encobrirem pagamentos por ‘tráfico de influência’ pelo Ministério Público Federal, bem como são investigados pagamentos de suas despesas pessoais e de membros de sua família, obras em propriedades vinculadas a ele em nome de ‘laranjas’, impõe-se a vedação da atividade de ‘lobby’, ou seja, fica vedada a estes atores a intervenção junto ao BNDES ou a qualquer órgão de governo para aprovação ou aceleração do andamento de processos de liberação de créditos e afins", diz o texto da parlamentar.

Aliado ao governo, José Rocha afirmou que ainda pretende se inteirar dos relatórios e analisar a documentação colhida para definir o que fará em relação ao ex-presidente.

Em seu sub-relatório, Cristiane diz que Lula foi "blindado" na CPI do BNDES.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias