Cidades

Estado gasta mais de R$ 1,43 milhão por mês com alimentação de presos

04/10/2015 08:00


O governo do Estado gasta mensalmente mais de R$ 1,43 milhão para alimentar os 3.999 presos dos Centros de Detenção Provisório (CDPs) de Suzano e Mogi das Cruzes. O reajuste do valor foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) e calculado de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Fibe). Somente em Suzano são gastos R$ 753.602,40 por mês. Atualmente, 2.008 detentos estão na unidade. Segundo a publicação, o valor foi reajustado em 8,26% e está em vigor desde o dia 1º de junho. Com isso, a diária de cada preso, somente com alimentação, é de R$ 12,51. O valor é dividido em três partes: desjejum (R$ 1,35), almoço (R$ 5,58) e jantar (R$ 5,58). Em Mogi, o reajuste tem o mesmo percentual de Suzano, porém como a unidade tem um menor número de presos e o valor da diária é menor (R$ 11,44), o investimento com alimentação é de R$ 683.311,20 por mês. No CDP mogiano são gastos R$ 1,10 com o desjejum, R$ 5,17 com o almoço e o mesmo valor com a janta. No local, atualmente há 1.991 presos. As duas unidades estão superlotadas já que possuem capacidade para 844 detentos, ou seja, há dois presos para cada vaga.