Cidades

1,5 mil bancários de 76 agências da região entram em greve a partir de hoje

06/10/2015 08:00


Cerca de 1,5 mil funcionários de 76 agências bancárias entram em greve a partir de hoje. Somente em Suzano cerca de 500 trabalhadores reivindicam melhorias no trabalho e reajuste salarial. A categoria rejeitou, na última semana, a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste de 5,5%. Com o quinto dia útil do mês na próxima quarta feira, os clientes bancários terão que resolver suas pendências por meio da internet ou dos caixas eletrônicos, que continuam a funcionar. De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários de Mogi e região, Francisco Candido, a assembleia de organização de greve aconteceu ontem, onde ficou decidida a paralisação. "A categoria está reivindicando reajuste salarial de 16%. No setor financeiro não existe crise, os bancos continuam faturando bilhões por mês e não possuem motivos para não atender aos pedidos feitos pelos bancários", explicou o presidente. Do reajuste solicitado, 10,3% é referente à inflação e 5,7% de aumento real. Além disso, os trabalhadores pedem maior piso de vale-alimentação e vale-transporte, fim da terceirização e melhores condições de trabalho. "Estamos negociando o fim das metas abusivas e queremos o fim das demissões no setor", ressaltou Candido. GREVE Com a duração de cinco dias, a greve dos bancários do último ano, de acordo com o sindicato da categoria, foi mais fácil para negociar. "Não temos previsão do término desta greve e acredito que desta vez vai durar mais tempo. A negociação está mais difícil e os trabalhadores entendem e concordam com a greve. Querem seus direitos", contou o presidente. O sindicato da região abrange as cidades de Suzano, Mogi das Cruzes, Poá, Biritiba Mirim e Salesópolis. A Fenaban informou que apesar de já ter divulgado suas propostas, continua aberta negociação e que e avaliará contrapropostas que venham a ser apresentadas pelas representações sindicais. Além disso, orienta a população a realizar suas operações bancárias pelos canais de atendimento online.