Cidades

Estado cancela edital de licitação de conclusão da Marginal do Una

11/11/2015 07:01


O Estado cancelou o edital de licitação para as obras de canalização, pavimentação, drenagem e sinalização da Avenida Governador Mário Covas Junior, a Marginal do Una. A decisão foi publicada ontem no Diário Oficial do Estado (DOE) e é assinada pelo superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Armando Costa Ferreira. Segundo a publicação, a decisão foi tomada considerando o “interesse público”. A assessoria de imprensa do DER informou, por meio de nota, que a licitação foi revogada porque é necessário atualizar o valor proposto no edital publicado em 2014. A estimativa era de que as obras custassem cerca de R$ 75 milhões. “O valor orçado da obra foi instituído naquela época e necessitam de reajuste, para que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) não considere o processo de licitação como irregular. As licitações públicas são regidas pela Lei Federal 8.666 de 21 de junho de 1993”, explicou. O DER afirmou ainda que um novo edital de licitação está sendo elaborado. A publicação deste novo documento deve acontecer “em breve”. Segundo informações do Diário Oficial, o edital de licitação para contratar a empresa responsável pelas obras de conclusão da Marginal do Una foi publicado em abril de 2014. Desta data até o cancelamento do edital licitatório, foram feitas 17 alterações ou adiamento na licitação. Entre estas mudanças no edital estão a responsabilidade pela terraplenagem, bota fora e alterações de prazo de entrega das propostas. A última alteração até então havia sido publicada em 1º de outubro deste ano e solicitava que os licitantes revalidassem suas propostas por mais 60 dias. PROJETO A obra prevê revitalização de toda a parte viária entre a Rua Doutor Prudente de Moraes (SP-66) e a Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31). O pavimento deverá receber um reforço asfáltico para aguentar o tráfego intenso, inclusive de caminhões. O processo licitatório, conforme publicado anteriormente foi aberto em outubro do ano passado e deveria ter sido concluído em até 120 dias. A previsão era de que a obra fosse concluída em 18 meses A conclusão da Marginal do Una é aguardada há anos pela população suzanense. Diversos projetos foram apresentados ao governo estadual até que o DER anunciasse que as obras seriam realizadas. Porém, questões orçamentárias dificultam que os serviços sejam executados.