Esportes

Presidente do Corinthians promete time forte em busca do Mundial ‘de novo’

22/11/2015 07:00


O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, promete um time forte para 2016. A ideia é repetir o ciclo vitorioso que teve quando ganhou o seu último Nacional. Também sob o comando de Tite, em 2011 o alvinegro foi campeão brasileiro e na sequência faturou a Libertadores e o Mundial. “O peso de um Brasileiro somado com Libertadores e Mundial é o ápice de qualquer time no mundo, e o Corinthians almeja isso de novo. Vamos em busca”, avisou Andrade. A boa campanha da equipe no Brasileiro (foi campeã com três rodadas de antecedência) anima o dirigente para o próximo ano. “A chance de a gente ganhar a Libertadores é grande. Muitas pessoas subestimaram o Corinthians este ano e não acreditavam que iríamos brigar pelo título brasileiro. Vamos terminar o campeonato com números expressivos. Isso mostra que o título não é por acaso.” Andrade era diretor de futebol do Corinthians em 2012. O dirigente ajudou a montar o time que conquistou a Libertadores e o Mundial. O plano para a equipe voltar ao Japão em 2016 já está traçado: segurar Tite, não vender nenhum titular e ir atrás de reforços pontuais. O nome do treinador passou a ser cogitado com mais força na seleção graças à boa campanha do Corinthians no Campeonato Brasileiro. A diretoria, porém, garante não temer que Tite substitua Dunga na equipe nacional no próximo ano. “Não há multa rescisória, mas não tenho receio disso. É uma convicção minha, não tenho certeza de nada, não perguntei para o Tite nem para a CBF, mas me baseio no que a gente ouve e vê, além do bom trabalho do Dunga na seleção”, disse Andrade. A diretoria também se prepara para o assédio de clubes da Europa aos principais jogadores do elenco na próxima janela de transferências, em janeiro, mas está confiante. “Ninguém vai sair correndo daqui. Existe uma confiança mútua”, disse o presidente. Entre os atletas mais cobiçados do elenco e com proposta do exterior estão os zagueiros Gil e Felipe. “É normal que tenha a procura por jogadores na janela, afinal temos bons atletas no elenco e todos sabem disso. Quando o time é campeão a procura fica maior, mas isso é tranquilo. A ideia é que não saia ninguém”, disse Andrade.