Polícia

GCMs são agredidos após tentar abordar suspeito de tráfico

28/11/2015 07:00


Dois Guardas Civis Municipais (GCMs) foram agredidos ontem por um pedreiro, de 42 anos, e o filho dele, de 19, em Suzano. A violência ocorreu após os guardas tentarem abordar o rapaz, que foi mencionado em uma denúncia sobre o narcotráfico. Os agentes de segurança apenas tiveram ferimentos leves. As agressões aconteceram na Rua Antônio Caetano da Cunha, no Jardim dos Pinheiros. Os guardas verificavam uma denúncia anônima sobre o comércio de drogas. No local citado, os agentes de segurança encontraram um rapaz sentado no chão, que tinha características às mencionadas na queixa. Em seguida, os guardas tentaram abordá-lo, porém o suspeito reagiu e começou a xingá-los. Ele ainda conseguiu sair correndo e entrar em uma residência. Os GCMs o seguiram, mas foram surpreendidos pelo pai do suspeito, que também começou a xingá-los. O pedreiro e o filho começaram a jogar objetos nos guardas, que acabaram sendo atingidos na cabeça e pernas. Dentre os itens arremessados estão: um pneu de carro e uma cadeira. Os guardas pediram apoio, no entanto, os suspeitos lançaram pedras nas viaturas. Sendo assim, os agentes precisaram usar o taser - arma de choque-, mas acabaram errando os disparos. Na sequência, o jovem foi dominado, mas o pedreiro conseguiu fugir pelos fundos da casa. Após as agressões, os guardas atingidos foram encaminhados ao Pronto-Socorro (PS) Municipal, medicados e liberados.