Região

Mini terminal começa em fevereiro e custará R$ 428 mil

04/02/2016 07:00


 O novo mini terminal de ônibus que será construído na Rua Vereador Diomar Novaes, próximo à estação de trem de Ferraz de Vasconcelos, custará R$ 428 mil e as obras poderão ser iniciadas após o dia 15 deste mês. As informações são da Secretaria de Planejamento de Ferraz, que já recebeu o processo inicial protocolado pela Radial Transporte Coletivo Ltda. A autorização oficial da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) dando aval para a construção já foi recebida também. As obras serão bancadas integralmente pela Radial. Agora, a empresa terá de dar andamento ao processo protocolando os demais projetos na Prefeitura de Ferraz para que a administração municipal aprove e autorize o início dos serviços no local dentro do prazo. A Radial prometeu dar andamento ao processo e encaminhar os projetos – de cálculo estrutural e fundação, entre outros, até a próxima semana após o Carnaval. O terminal intermediário de parada para ônibus será destinado ao embarque e desembarque de passageiros. Será composto basicamente de cobertura para a acomodação dos passageiros, que aguardam o ônibus, calçada com piso intertravado com baia para a acomodação dos ônibus, comunicação visual e acessibilidade. “Estamos tentando dar a máxima agilidade a este processo. Se for protocolado no prazo até o dia 15 conseguimos liberar tudo”, afirmou o secretário de Planejamento, Silas Faria de Souza. Entre outras exigências, será necessária a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) assinada por um engenheiro mecânico, além do alvará da obra e projetos específicos como o de cálculo estrutural e fundação. Para o prefeito em exercício José Izidro Neto (PMDB), a obra é antiga reivindicação dos passageiros. “Estamos acompanhando de perto todo este processo e o início das obras será uma notícia muito positiva para a cidade”, afirmou o prefeito. Na autorização encaminhada à Prefeitura de Ferraz, a CPTM impõe uma série de exigências em relação à obra, inclusive ressaltando que qualquer dano poderá ser ressarcido à empresa, já que a área onde será o mini terminal é da CPTM. Entre as recomendações técnicas específicas estão a de que quaisquer tipos de escavações, na área da CPTM, até a profundidade de um metro, deverão ser executadas manualmente, entre outras medidas.