Destaque

Policial de Mogi é morto em assalto em Bertioga

07/02/2016 07:01


O chefe de investigações do 1° Distrito Policial (DP) de Mogi das Cruzes foi assassinado, na madrugada de ontem, em Bertioga. O policial civil Valmir Barbosa de Sousa, de 56 anos, e sua esposa passavam o Carnaval no litoral, e foram abordados, em sua residência, por um assaltante. O casal foi baleado após o criminoso descobrir que uma das vítimas era um policial. A esposa levou um tiro no rosto, mas sobreviveu e foi levada para o Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi. O suspeito entrou na casa pulando o muro da residência e começou a procurar nos cômodos da casa objetos de valor. A identidade do policial foi descoberta depois de o assaltante ter revistado os documentos da vítima. O caso aconteceu à 1h30, na Rua Merlin Junior, no bairro de Boracéia. Souza foi baleado na cabeça e morreu na hora. Sua esposa não corre risco de vida. Para auxiliar na investigação policial, que está acontecendo em Bertioga, equipes policiais de Mogi das Cruzes foram encaminhadas para o litoral. Depois do assassinado, o assaltante levou dinheiro, documentos, uma arma, algemas e outros objetos pessoais do casal e fugiu da residência. O 1º Distrito Policial (DP) de Bertioga está investigando o caso e já há um suspeito. Um homem, de 24 anos, que mora do bairro de Boracéia. Com ele, foi encontrado um revólver calibre 32, além de munições avulsas. O caso ainda está sendo investigado. VELÓRIO O corpo do policial foi velado em Mogi das Cruzes, no Velório Municipal no Parque Monte Líbano. Está previsto que o enterro aconteça hoje, às 9h30, no Cemitério São Salvador.

Foto: Reprodução/TV Tribuna