Esportes

São Paulo faz hoje jogo decisivo contra o Cesar Vallejo pela Pré-Libertadores

10/02/2016 07:00


A temporada está só começando, mas hoje já é dia de decisão para o São Paulo. O time recebe o Cesar Vallejo no Estádio do Pacaembu, às 21h45, e se não levar gol garantirá presença na fase de grupos da Copa Libertadores. Até o fim da tarde de ontem, já haviam sido vendidos 30 mil ingressos para a partida. O técnico argentino Edgardo Bauza fechou a preparação para o jogo com um treino fechado no Pacaembu. Durante 1 hora e 20 minutos, os jogadores treinaram bolas paradas, posicionamento tático, finalizações e pênaltis - a vaga na fase de grupos será definida nas penalidades caso se repita o placar de 1 a 1 do jogo de ida. Apesar dos três gols marcados em dois jogos e de já ter conquistado a torcida, o atacante argentino Calleri começará a partida no banco de reservas. Bauza vai se manter fiel ao planejamento original e colocará Alan Kardec como homem de área. A formação só não será a mesma da partida no Peru por causa do desfalque de Breno, que está machucado e será substituído por Lucão. A expectativa semanas atrás era de que Lugano tivesse condições de estrear hoje, mas o uruguaio continua fora para que possa aprimorar a forma física. O desempenho da equipe no jogo de ida dá aos jogadores a confiança de que não haverá zebra. "Se tivermos o mesmo controle de jogo e posse de bola que tivemos no Peru, vamos sair com a vitória", disse o goleiro Denis, que completa 100 jogos pelo clube. "É a partida mais importante da minha carreira e vale muito para a nossa temporada", completou. "Temos mostrado nossa força na temporada desde o primeiro jogo. A comissão técnica mudou e a organização tática dentro de campo está nos ajudando. Vamos mostrar isso e conquistar a classificação", disse o meia Paulo Henrique Ganso. Conseguir vaga na fase de grupos será um enorme lucro esportivo para um time que teve um ano muito conturbado (em grande parte por causa da crise política vivida pelo clube) em 2015 e ajudará a reforçar o caixa. Serão R$ 7 milhões pagos pela Conmebol como cota pelo mando de três partidas e a diretoria estima que a renda líquida nesses três jogos (o primeiro no Pacaembu e os outros no Morumbi) poderá chegar a R$ 4 milhões. Ou seja: um bom resultado nesta quarta-feira pode significar R$ 11 milhões na conta do clube. Sem falar na possibilidade de conseguir patrocinadores pontuais, como conseguiu para os jogos contra o Cesar Vallejo. Caso se classifique, o São Paulo entrará no Grupo 1, que tem como cabeça de chave o River Plate - atual campeão e que acaba de contratar o meia D’Alessandro, do Internacional. Os outros integrantes são o Trujillanos (Venezuela) e o The Strongest (Bolívia), que seria o adversário na estreia. Já o Cesar Vallejo fez um treino fechado no CT do Palmeiras. A equipe prometeu que vai jogar com equilíbrio. "Precisamos ir para o ataque, mas não podemos nos expor. É preciso ter inteligência", disse o meia Hohberg.