Lance Livre

Lance Livre 18/02/2016

18/02/2016 07:00


Secretários fora dos cargos As prefeituras das cidades da região devem registrar até o mês que vem uma debandada de secretários municipais deixando seus cargos para disputar as eleições de outubro. Desincompatibilização A desincompatibilização deve acontecer em março. Casos como os de Ferraz de Vasconcelos, por exemplo, que tem os vereadores Juracy Ferreira da Silva (PMDB), como secretário de Saúde, e Silas Farias de Souza (PSD), secretário de Planejamento, devem se repetir. Os dois devem deixar seus cargos em março para disputar uma vaga na Câmara. Ações tucanas Apesar de afirmar que enquanto estiver no governo não deve interferir nas eleições, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) prepara uma “agenda política” com objetivo de conseguir visitar as cidades em que houver candidatos do partido a prefeito. Cabo eleitoral O governador deve estar em Suzano, por exemplo, em apoio à reeleição de Paulo Tokuzumi (PSDB), não “como governador”, mas como cabo eleitoral do partido tucano na cidade. PMDB Se os diretórios municipais do PMDB seguem sem grandes discussões, em nível nacional a situação é de muita discussão. Convenção Esta semana, O PMDB marcou a data para sua convenção nacional. O encontro será no dia 12 de março, em Brasília. Como o processo de impeachment perdeu força, os peemedebistas decidiram deixar para outro momento a discussão sobre um eventual desembarque do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Adiamento Esse debate já vem sendo adiado desde o ano passado. Em novembro, o tema também foi retirado da pauta de um congresso da Fundação Ulysses Guimarães. O encontro serviu apenas para o partido divulgar um documento com propostas para o País, chamado de "Ponte para o Futuro". Recondução A reunião do próximo dia 12, por sua vez, terá como objetivo chancelar a recondução do vice-presidente Michel Temer ao comando nacional do partido.