Caderno D

Suzano retoma atividades de oficinas de formação de arte e cultura

26/02/2016 08:00


A Prefeitura de Suzano retomou nesta semana as atividades de formação de arte e cultura com a volta às aulas das oficinas culturais de dança, teatro, música, artes plásticas e artesanato. As oficinas atendem crianças, jovens e adultos, que desenvolvem a habilidade artística de se expressar e tem a oportunidade de aprendizado progressivo em diferentes linguagens das artes e suas manifestações. A Secretaria Municipal de Cultura mantém as oficinas em diferentes bairros. Os moradores de Palmeiras e arredores são atendidos no Centro Cultural Prof. Luiz Antonio da Silva, onde começam as oficinas de balé, teatro, pintura em tecido e tela. No Colorado, o Centro Cultural Monteiro Lobato assiste a população do bairro e do entorno com o início dos cursos de balé, teatro, violão e pintura em tecido. No bairro Boa Vista e vizinhança, os residentes tem no Centro Cultural Nelson Cruz as atividades de teatro, balé, violão e desenho artístico. No Centro da cidade, começa o balé e a dança contemporânea, que são as oficinas ministradas no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi e ainda no Centro de Formação de Arte e Cultura, antigo Casarão das Artes, tem início os cursos de desenho artístico, pintura em tecido, vidro e tela, teatro e música. Os talentos revelados nas oficinas podem integrar as formações artísticas dos corpos permanentes como a Orquestra Acadêmica de Suzano e os corais, adulto e juvenil, elencos que retomaram os trabalhos desde janeiro. Nesta volta às aulas, retornam as atividades das oficinas de formação de arte e cultura os aprendizes que já faziam aula no ano passado e se interessaram em continuar e outros que aguardavam uma oportunidade. "Há a expectativa, possivelmente em março, de aumentar a oferta de novas vagas para atender a procura por estas e outras modalidades com acréscimo de atividades, e ampliar o atendimento em mais pontos da periferia da cidade", afirma o secretário de Cultura, Suami Paula de Azevedo.